Domingo, 22 de Maio de 2022

Nevoeiro

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Copa do Brasil

Santos domina o Coritiba na Vila Belmiro e avança na Copa do Brasil

Com três gols e um segundo tempo avassalador, o Peixe aproveitou os espaços e se garantiu nas oitavas de final da competição.

12/05/2022 às 23h35 Atualizada em 12/05/2022 às 23h54
Por: LEANDRO GEORGETE
Compartilhe:
Foto: Divulgação/Santos Futebol Clube
Foto: Divulgação/Santos Futebol Clube

Hoje a Vila está em festa! Nesta quinta-feira (12) o Santos venceu o Coritiba por 3x0 e conquistou a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. O Coxa que tinha a vantagem de 1x0 do jogo da ida, não conseguiu segurar o embalado Santos dentro de casa e volta para Curitiba sem os R$ 3 milhões de premiação, que ficaram para o Peixe.

O Santos mantém o 100% de aproveitamento como mandante, desde a chegada do técnico Fabián Bustos.

Os 13.692 torcedores na Vila Belmiro apoiaram do início ao fim, assim como os torcedores do Coxa na partida de ida fizeram uma linda festa. 

O Coritiba foi até Santos desfalcado, sem o atacante Igor Paixão, um de seus principais jogadores na temporada e do Campeonato Brasileiro. O Santos por outro lado, estava também sem Ângelo, sua principal arma no ataque e Maicon pela defesa.

O jogo

Quem deu a saída de bola foi a equipe do Coritiba, mas logo nos primeiros segundos o time paulista buscou a bola e pressionou o Coxa. O peixe apostou bastante nas bolas aéreas, mas a zaga alviverde era mais eficiente e conseguia evitar uma possível chance de gol.

A primeira oportunidade maior surgiu aos 12 minutos, com o zagueiro Velázquez. Lucas Pires cobrou o escanteio e o camisa 61 subiu sozinho para cabecear por cima do gol de Muralha. 

A partida estava mais para o time mandante. O Coritiba ficava atento para pegar o rebote e partir para o contra-ataque. Da mesma forma que o Coxa dominou a partida de ida, o Santos dominava a maior parte da primeira etapa.

Aos 21 minutos a bola balançou as redes após linda jogada pelo lado direito do campo do Peixe. Mas após passe de Baptistão, Marcos Leonardo estava a frente e o gol foi anulado corretamente pelo bandeira. Dois minutos depois, a maior chance de gol da partida até então. Jhojan Julio cobrou a falta na área e sozinho, Léo Baptistão cabeceou pra fora, tirando tinta da trave. O atacante santista reclamou que o refletor da Vila Belmiro atrapalhou a sua visão.

O árbitro Sávio Pereira Sampaio reclamou bastante com Alex Muralha pela demora desde os primeiros minutos para cobrar os tiros de meta.

Alef Manga, a principal arma do Coxa no contra-ataque, não conseguia puxar os ataques. Na única oportunidade, quase saiu o gol alviverde. O atacante tocou para Willian Farias que entrou na área e cruzou. Matheus Alexandre subiu mais que Lucas Pires e para tristeza do torcedor Coxa-Branca, errou o cabeceio que saiu pelo lado da trave.

Segundo tempo

A segunda etapa começou com tudo. Logo aos 2 minutos, uma falta na intermediária do, Jhojan Julio colocou a bola na área e a defesa do Coritiba foi mais eficiente e tirou. Na sobra, Velázquez encheu o pé, Muralha fez grande defesa, mas no rebote o menino da Vila, Marcos Leonardo colocou para dentro. A torcida explode e o Peixe abre o placar.

O Coritiba saiu para a partida e tentou arriscar nos ataques. Morínigo colocou o artilheiro Léo Gamalho na partida e jogadores de mais velocidade, como Warley, que estava lesionado e Régis. Adiantando a equipe, acabou dando espaços para a equipe do Santos.

Aos 15 minutos, Santos recuperou a bola e Zanocelo achou Lucas Pires sozinho na lateral e tocou. O lateral conseguiu um cruzamento para Madson, que livre cabeceou para fazer 2x0 para os mandantes. Três minutos depois, Rodrigo Fernández recuperou a bola no meio campo e foi para o ataque. Após passe de Baptistão, o camisa 14 mandou um foguete para o fundo das redes. 3x0 Santos.

A equipe do Coxa chegava ao ataque mas não conseguia um último passe para tentar a finalização. O time pecava na hora do ataque. Após o terceiro gol, a partida esfriou e o Peixe administrou o resultado.

O Coritiba sentiu a falta de uma referência no ataque, como vinha sendo Igor Paixão. O camisa 98 com certeza traria diferença no ataque e mais preocupação para a defesa santista. Da mesma forma, o ataque Coxa-Branca arriscou chutes de fora, mas que pararam nas mãos de João Paulo, que trabalhou pouco, diferente da primeira partida.

O peixe ainda teve fôlego para buscar mais gols, mas pararam em grandes defesas de Muralha. Final da partida 3x0 para o Santos e classificação para o alvinegro praiano.

Ficha Técnica Santos  x  Coritiba

Data: 12 de maio de 2022 (Quinta-feira).

Local: Estádio Urbano Caldeira/Vila Belmiro - Santos/SP

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio

Assistente 1: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA)

Assistente 2: Fabricio Vilarinho da Silva (GO)

Quarto árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

Analista de campo: Roberto Perassi (SP)

Escalações

Santos: João Paulo, Madson, Velázquez, Bauermann, Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinicius Zanocelo, Jhojan Julio (Sandry), Ricardo Goulart (Bryan Angulo); Léo Baptistão (Rwan) e Marcos Leonardo.

Técnico: Lucas Ochandorena.

Cartão Amarelo: Rodrigo Fernández.

Gols: Marcos Leonardo aos 2' do 2T; Madson aos 15' do 2T; Rodrigo Fernández aos 18' do 2T.

Coritiba: Alex Muralha, Guillermo de los Santos (Adrián Martínez), Henrique, Luciano Castán, Guilherme Biro; Willian Farias, Andrey (Pablo Garcia), Robinho (Régis); Alef Manga (Warley), Matheus Alexandre e Clayton (Léo Gamalho).

Técnico: Gustavo Morínigo.

Cartão Amarelo: Guilherme Biro, Guillermo de los Santos, Alex Muralha, Régis, Gustavo Morínigo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias