Domingo, 22 de Maio de 2022

Nevoeiro

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Brasileirão

Vitória simples garante os 3 pontos do Athlético Paranaense contra o Flamengo diante de sua torcida

O Furacão encarou o Flamengo na Arena da Baixada e conseguiu segurar bem o time carioca, além de contar com belas atuações de Terans e Canobbio

23/04/2022 às 18h32 Atualizada em 26/04/2022 às 17h50
Por: NATALIA CONCENTINO
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Athlético Paranaense e Flamengo jogaram na tarde deste sábado (23) na Arena da Baixada, em Curitiba. O time mandante conquistou uma vitória simples por 1 a 0, que o levou aos 3 pontos nessa terceira rodada do Brasileirão. Com um gol de pênalti, o Furacão conseguiu segurar os contra-ataques do Flamengo na segunda etapa e garantir a vitória em casa.

Grandes nomes do rubro-negro carioca começaram no banco, como David Luiz, Filipe Luís e Gabigol, enquanto isso, Athlético colocou seus estrangeiros em campo para tentar não dar espaço ao Flamengo dentro de casa e deu certo. Agustin Canobbio e David Terans tiveram grandes atuações.

 

1º Tempo

Os primeiros cinco minutos de jogo foram de pressão do Flamengo em Curitiba. Mas, logo em seguida, o Athlético tratou de equilibrar o jogo, mesmo com a equipe carioca marcando em cima. Quando o time paranaense estava reagindo, acabou perdendo Pablo Siles, que deixou o gramado por contusão e foi substituído por Christian.

Depois disso, vimos muita pressão do Furacão para cima do Flamengo, aproveitando as bobeiras da zaga carioca. Destaque para o queridinho da torcida paranaense, David Terans, que estava o tempo todo buscando a bola e procurando o gol.

E próximo aos 30 minutos da primeira etapa, a torcida do Athlético Paranaense pôde, finalmente, gritar gol. A zaga do rubro-negro carioca não se entendeu bem e acabou cometendo pênalti, que foi convertido por David Terans. 

O final da primeira etapa foi marcado por uma tentativa de reação do Flamengo, mas o gol não veio, apesar de alguns minutos de pressão no ataque.

 

2º Tempo

O segundo tempo começou mais truncado e com muitas faltas. O Furacão não economizou ataques em busca do segundo gol, mas também teve de lidar com a pressão do rubro-negro carioco nos contra-ataques. 

Um dos destaques do time paranaense, com certeza, foi Agustin Canobbio, que estava em busca do gol dele e extremamente participativo no ataque, muitas vezes acompanhado de Terans.

O treinador do Flamengo, Paulo Sousa, se mostrava inquieto à beira do gramado e resolveu colocar em campo os medalhões Gabigol e Diego, mas de nada adiantou. O veterano camisa 10 do time carioca até levou perigo em algumas faltas perto da área. Sem gol de Gabigol, o time carioca teve que segurar os ataques do Athlético Paranaense até o final.

 

O jogo termina com o placar construído no primeiro tempo: 1 a 0 para a equipe mandante.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias