Domingo, 22 de Maio de 2022

Nevoeiro

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Libertadores

Athletico domina o The Strongest na Arena e vence a primeira na Libertadores

A partida, que marcou a estreia do técnico Fábio Carille, também promoveu o reencontro de Vitinho com a torcida athleticana

14/04/2022 às 19h06
Por: GUILHERME DIAS
Compartilhe:
Foto: José Tramontin
Foto: José Tramontin

Na noite fria desta quinta-feira (14), em Curitiba, o Athletico jogou a sua primeira partida em casa pela Libertadores da América 2022, o confronto contra o The Strongest marcou o reecontro do rubro-negro com a vitória. Com mais de 80% de posse de bola em quase todo jogo, e domínio total da partida o Furacão venceu por 1x0 e conquistou os primeiros 3 pontos.

A partida marcou a estreia de Fábio Carille, que foi anunciado na última quarta-feira (13) como técnico da equipe, após o pedido de demissão de Alberto Valentim, na última rodada.

O Jogo

A partida começou morna e sem muita emoção na Arena. A primeira chegada só foi acontecer aos 9 minutos, quando Terans cobrou uma falta da esquerda, Matheus Felipe desviou de cabeça e bola foi pela linha de fundo. No minuto seguinte, Cuello apareceu pela primeira vez, o argentino recebeu na esquerda, puxou pro meio e bateu com perigo, na rede pelo lado de fora.

Apesar do Athletico ser melhor na partida, a equipe não conseguia encaixar bons passes para chegar na área do The Strongest. Aos 34 minutos, Cannobio recebeu no meio, girou e tentou o chute, a bola passou com perigo. 

Chances claras perdidas

Aos 38, o lance de maior perigo na primeira etapa, Hugo Moura iniciou a jogada com um chapéu, soltou a bola para Abner na esquerda, o lateral enxergou Cannobio sozinho na área e cruzou com carinho, e o uruguaio pegou mal, mandando pra fora.

Nos acréscimos, Pablo ainda perdeu mais uma chance. Cuello trabalhou bem a jogada pelo meio e fintou o zagueiro de letra, e cruzou rasteiro, o camisa 5 se antecipou e bateu pra fora.

2º Tempo

No segundo tempo, o Furacão voltou mais ligado, logo nos primeiros minutos, duas chances. A primeira, as duas com Orejuela, o lateral pisou na área e tentou arriscar o chute, os dois completamente sem direção.

A estrela de Vitinho

O Athletico tinha 80% de posse de bola no jogo, mas nenhuma chance de gol, assim, Carille resolveu mexer no time, e chamou para o Vitinho, que entrou em campo pela primeira vez desde sua volta ao rubro-negro, para o lugar de Cuello, e Marcelo Cirino, no lugar de Pablo. 

A substituição fez efeito, no primeiro lance em que Vitinho recebeu a bola, balançou pra cima do zagueiro, foi derrubado, e o árbitro Juan Belatti marcou pênalti. David Terans foi pra batida, e encheu o pé, no meio do gol, sem chances para o goleiro. Athetico 1x0.

Com o gol, a torcida inflamou, e empurrava o time para cima. Aos 24 minutos, Cannobio foi lançado na área, dividiu com o zagueiro e a bola acabou saindo pra ecanteio. Aos 26, Hugo Moura ganhou a bola na intermediária, adiantou e tentou o chute, Viscarra encaixou.

Com 32 minutos no relógio,  Orejuela lançou na área, Vitinho dominou, tentou o chute e a zaga salvou na hora H. Somente aos 36 minutos do segundo tempo que o The Strongest chutou pela primeira vez no gol athleticano. Após um cruzamento pra área, Triverio tentou o desvio, mas a bola saiu a direita de Bento.

No minuto seguinte, já veio a resposta. Cirino avançou pela direita, passou bem pelo zagueiro, tocou para Marlos dentro da área, que viu Vitinho, o atacante pegou de primeira e a bola bateu na trave. Aos 45, Marlos iniciou a jogada, tocou para Cirino, e ele devolveu o presente, o meia chutou colocado, com força, mas Viscarra, bem colocado, fez a defesa.

Aos 46, Marlos de novo, o camisa 10 fez a jogada individual, driblou o zagueiro e chutou forte, a bola subiu e saiu. A partida seguiu com domínio amplo do Athletico, sem o adversário oferecer nem um tipo de perigo. O árbitro ainda acrescentou 4 minutos de acréscimo ao relógio, mas que não foram suficientes para mudar o resultado da partida. Fim de jogo, Athletico 1x0 The Strongest.

Resultado

Com o resultado, o Furacão se iguala ao Libertad, na primeira posição Grupo ao B, com 4 pontos. O The Strongest é o último, com apenas 1 ponto.

 

FICHA TÉCNICA

Data: 14 de abril de 2022 (quinta-feira)

Horário: 19h (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Dario Herrera (ARG)

Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Mariana de Almeida (ARG)

Quarto árbitro: Jose Cabero (CHI)

 

Cartões amarelos: Hugo Moura (Athletico), Triverio (The Strongest), Vitinho (Athletico), Matheus Filipe (Athletico)

 

GOLS

Athletico: David Terans, aos 19 minutos do 2T.

 

Athletico: Bento; Orejuela, Matheus Filipe, Pedro Henrique, Abner; Hugo Moura, Bryan García, Terans (PedroR Rocha); Cannobio (Marlos), Cuello (Vitinho) e Pablo (Marcelo Cirino).

Técnico: Fábio Carille

 

The Strongest: Viscarra; Saúl Torres, Castillo, Demiquel, Aponte; Wayar, Saucedo (Cascini), Ursino, Calleros (Rodrigo Amaral), Esparza (Henry Vaca) e Triverio

Técnico: Cristian Díaz

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias