Domingo, 22 de Maio de 2022

Nevoeiro

Curitiba - PR

Anúncio
Esportes Olímpicos Esgrima

Mauricio Pellegrino alcança o quadro de 16 e estabelece o melhor resultado das Américas no torneio de espada masculino do Mundial Cadete e Juvenil

Brasileiro ficou na 16ª colocação do campeonato e fez a melhor campanha individual brasileira nesta competição

08/04/2022 às 16h33
Por: Redação Fonte: CBE
Compartilhe:
Foto: Augusto Bizzi/FIE.
Foto: Augusto Bizzi/FIE.

O Brasil teve um resultado excelente nesta sexta-feira (8), sétimo dia de Campeonato Mundial Cadete e Juvenil. Em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, Mauricio Pellegrino alcançou o quadro de 16 e ficou na 16ª colocação do torneio de espada juvenil, garantindo o melhor resultado individual brasileiro na competição e o melhor das Américas nas disputas da arma no evento masculino.

O caminho trilhado por Pellegrino foi iniciado na pule 6, em que ele venceu três dos seus seis jogos. Ele derrotou o finlandês Joona Rantanen, o iraquiano Abbas Almaliki e o singapurense Simon Lee.

Com a campanha, o brasileiro obteve uma vaga para as fases eliminatórias. No compromisso do quadro de 256, ele teve outro encontro contra um esgrimista de Singapura, desta vez, Tim Zhe Guang Shee, em que também saiu vitorioso: 15 a 12.

Na fase seguinte, a vítima da vez foi o cazaque Alexandr Fedotov, que foi batido por 15 a 11. No quadro de 64, Pellegrino teve um confronto acirradíssimo diante do colombiano Simon Martinez, mas com final feliz: triunfo de 15 a 14.

O quadro de 32 reservou um embate contra o norueguês Marcus Brobakken, em que Mauricio fez uma ótima exibição ao bater o adversário por 15 a 7. No quadro de 16, porém, o brasileiro encerrou a sua participação diante do egípcio Mohamed Yassen ao ter sido derrotado por 15 a 12.

O desempenho do brasileiro em Dubai muito teve a ver com a quarta colocação do Brasil no Pan-Americano Cadete e Juvenil (que aconteceu na última semana em Lima, no Peru) no torneio por equipes de espada.

Na ocasião, valendo o bronze, o time verde e amarelo jogou contra a Argentina e justamente Pellegrino foi o responsável por fechar a partida. Quando tudo estava 44 a 44, o brasileiro sofreu o toque de Lucio Ondarts, acarretando a equipe fora do Top 3.

“Admito que estava meio desanimado por causa do jeito que o Pan acabou para a equipe. Lembrei muito dela (da derrota) durante os jogos tanto da pule quanto da eliminatória, porque na ocasião estava 44 a 44 e eu não defini a última ação. Porém, hoje busquei fazê-lo sempre que chegava nesse tipo de situação. Hoje foi incrível”, exaltou o brasileiro.

Outros brasileiros na espada

A sexta-feira também contou com outros esgrimistas do Brasil no torneio individual de espada. No juvenil masculino, Pedro Petrich parou no quadro de 128 e Olavo Donato ficou no quadro de 256. Além deles, Miguel Giffoni não conseguiu a classificação para as eliminatórias.

No feminino, o melhor desempenho foi de Victória Vizeu, que chegou ao quadro de 128, mas acabou batida e se despediu da competição. Por outro lado, Maria Paro, Gabriela Moraes e Gabriela Portugal não conseguiram classificação nas pules.

O Campeonato Mundial Cadete e Juvenil ainda tem mais dois dias de compromissos em Dubai. Neste sábado (9), os cadetes encerram os campeonatos individuais com a disputa da espada. Ainda na arma, as equipes juvenis fecham a competição no Oriente Médio neste domingo (10).

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias