Domingo, 22 de Maio de 2022

Nevoeiro

Curitiba - PR

Anúncio
Esportes Olímpicos Troféu Brasil

Cinco nadadores garantem vaga no Mundial de Budapeste no 1º dia do Troféu Brasil

Jhennifer Conceição nos 100m peito, Guilherme Costa, Fernando Scheffer e Viviane Jungblut nos 400m livre e Stephan Steverink nos 400m medley garantiram vaga para o Mundial de Budapeste

05/04/2022 às 18h36
Por: Redação Fonte: Comitê Olímpico do Brasil
Compartilhe:
Foto: Satiro Sodré/CBDA
Foto: Satiro Sodré/CBDA

O Troféu Brasil de Natação, que está sendo realizado no Parque Aquático Maria Lenk, mesmo local do Centro de Treinamento do COB, começou com cinco atletas conquistando o índice para o Campeonato Mundial de Natação, em Budapeste, que será realizado entre os dias 18 de julho e 3 de agosto. Jhennifer Conceição nos 100m peito, Guilherme Costa, Fernando Scheffer e Viviane Jungblut nos 400m livre e Stephan Steverink nos 400m medley nadaram abaixo do índice no primeiro dia do Troféu e estão garantidos na principal competição da modalidade no ano.

E Jhennifer Conceição foi o grande destaque do primeiro dia. A atleta do Pinheiros garantiu, em uma só prova, o índice para o Campeonato Mundial e o recorde brasileiro nos 100m peito. Depois de ficar fora dos Jogos Olímpicos em Tóquio, ela não deixou dúvidas e carimbou seu passaporte para Budapeste com a marca de 1m07s12. Ana Carolina Vieira, também do Pinheiros, foi a vice-campeã com 1m08s30. Pamela Alencar, do Flamengo, completou o pódio com 1m09s23.

“O ano de 2020 foi bem difícil. Depois de ficar fora dos Jogos Olímpicos, não tive muito tempo para colocar minha cabeça no lugar. Só me dediquei ao máximo e a recompensa veio hoje. Muito feliz com meu resultado e na expectativa por esse Mundial”, falou.

Os 400m livre também terminaram com quebra de recorde e índices para o Mundial. Guilherme Costa, com 3m47s42, estabeleceu a nova marca da competição para garantir uma vaga nesta prova para o Mundial. O medalhista olímpico nos 200m livre, Fernando Scheffer, com 3m48s13, também nadará essa prova em Budapeste.

“É a prova que eu mais treinei para chegar aqui e nadar bem. Não é minha melhor marca, mas foi bom diante dos problemas de saúde que tive no ano passado. Bom ter essa possibilidade para nadar em Budapeste”, falou.

O dia começou com uma vaga garantida no Mundial de Budapeste. Com 4m16s44 nos 400m medley, Stephan Steverink, do Flamengo, alcançou sua primeira seleção absoluta para o um Mundial de Esportes Aquáticos. Brandonn Almeida, da Unisanta, terminou na segunda colocação e Leonardo Santos completou o pódio com a medalha de bronze.

“Não consigo expressar minha felicidade. Há muito tempo que venho tentando fazer a prova perfeita e agora conseguimos. Meu primeiro Mundial absoluto. É uma felicidade muito grande”, disse.

Na sequência, a atleta olímpica Viviane Jungblut deu show nos 400m livre. A nadadora do Grêmio Náutico União alcançou índice com 4m09s52 e garantiu vaga no Mundial. Maria Paula Heitmann e Aline Rodrigues, da Unisanta e Minas Tênis Clube, respectivamente, vieram na sequência.

“Eu não imaginava esse índice nos 400m livre. Foi realmente uma surpresa. Agora todos podem esperar mais de 200% nos 800m e 1500m”, explicou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias