Domingo, 28 de Novembro de 2021
21°

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Anúncio
Campeonato Brasileiro Série B

Festa no Couto! Coritiba vence nos acréscimos e encaminha acesso à Série A

Com a vitória, a equipe paranaense só depende dela mesma para chegar novamente à elite do Campeonato Brasileiro.

14/11/2021 às 21h03 Atualizada em 14/11/2021 às 23h35
Por: LEANDRO GEORGETE
Compartilhe:
Foto: Divulgação / Twitter Coritiba Foot Ball Club
Foto: Divulgação / Twitter Coritiba Foot Ball Club

Vitória Coxa-branca e acesso à Série A encaminhado no Couto Pereira. Na noite deste domingo (14), o Coritiba recebeu o rebaixado e lanterna da competição, Brasil de Pelotas.  O triunfo alviverde por 2x1 veio apenas no segundo tempo. Na primeira etapa foram quatro bolas na trave e domínio total do Coxa. Já no segundo período, o time da casa continuou mandando e gol finalmente saiu. Apesar do susto já perto do fim, a torcida explodiu de felicidade aos 48 minutos, já no final do jogo, com o gol do artilheiro Léo Gamalho. 

O Coritiba vinha de derrotas seguidas para Náutico e Goiás, ambas fora de casa e por 2x1. Desperdiçou duas chances de atingir o "número mágico" e ainda viu a vantagem para o quinto colocado cair para quatro pontos. Agora, depende dele mesmo para voltar à elite do futebol brasileiro. Caso o CRB não vença o Brusque nesta segunda-feira (15), o Coxa está matematicamente garantido na Série A. 

Já o rebaixado Brasil de Pelotas vinha com derrotas nos últimos três jogos e alcançou a quarta agora. O Xavante é o lanterna da competição, somando apenas 23 pontos.

O jogo

O Coritiba deu os primeiros toques na bola no início do jogo e já partiu para o ataque. No primeiro minuto conseguiu um escanteio. Na cobrança, Léo Gamalho até tentou a finalização, mas ela foi para fora. Eram os primeiros indícios de um Coxa mais ofensivo no jogo de hoje. 

Aos cinco minutos, em uma linda jogada individual de Rafinha, o camisa 7 jogou a bola na área para Robinho. O meia dominou no peito virou uma bicicleta. O goleiro Marcelo teve que se esticar todo para jogar a bola para escanteio. 

Pouco tempo depois, foi a primeira grande chance do Coxa de abrir o placar. Rafinha novamente cruzou a bola e Waguininho cabeceou no travessão. Um minuto depois, em um bate e rebate dentro da área, pênalti para o Coritiba. O árbitro viu Ícaro esticar o pé demais e acertar o jogador Coxa-branca, e acabou expulsando o jogador Xavante. O VAR chamou, e o árbitro tirou o pênalti e o cartão vermelho. 

O Coritiba seguiu pressionando o Brasil de Pelotas, e marcando em cima logo na saída de bola. A equipe visitante não foi para o ataque nos minutos iniciais. A torcida jogava junto com o time e era um 12º jogador, não parando de apoiar em momento algum. Aos 29 minutos, mais uma bola na trave. O volante Val trocou passes no campo de defesa e recebeu no meio. Dominou e meteu um chutão de fora da área. A bola parou no poste direito do goleiro. 

Minutos depois, mais um ataque perigoso da equipe da casa. Novamente Val, recebeu perto da área de Gamalho e chapou a bola buscando o ângulo. Para a tristeza da torcida no Couto, a bola foi para fora. Perto do fim do primeiro tempo, foi a vez de Luciano Castán jogar a bola na trave. O zagueiro recebeu a bola de Val, dominou e finalizou na trave adversária. 

O primeiro tempo foi de total controle Coxa-branca. Teve mais posse de bola (61%), mais chutes no gol (18x1) e engoliu o Brasil de Pelotas, faltando apenas o gol.

Já o início da segunda etapa foi com o Coritiba pressionando desde o começo, logo na primeira chegada. Willian Farias foi aproveitou o rebote de Léo Gamalho e mandou uma bomba por cima do gol. Aos seis minutos, Léo Gamalho recebeu o lançamento e chutou forte e rasteiro, com a bola passando perto do gol. 

O Coxa chegava forte e finalizava até mais de uma vez no mesmo lance. Aos nove minutos, em cobrança de escanteio de Robinho, Waguininho subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo das redes. Explosão de alegria no Couto Pereira e o placar estava aberto.

Foi o 9º gol do meia no Campeonato Brasileiro, e o 11º na temporada. Waguininho é o vice-artilheiro da equipe no ano.

A torcida seguia apoiando o time, que pressionou e seguiu firme em busca de ampliar a vantagem no jogo. Porém, sem grandes chances, nem para o Coritiba e nem para a equipe gaúcha. 

Aos 35 minutos o jogo ganhou emoção, e para quem tem problema cardíaco "ficou perigoso". Paulinho tentou avançou pelo lado esquerdo e cruzou na área. Natanael deu o carrinho em cima da linha e a bola toca em seu braço. O árbitro sinalizou o pênalti! Erison partiu para a cobrança e escorregou, porém a bola correu pelo meio e chegou ao fundo das redes. Era o gol de empate e o primeiro gol do Brasil de Pelotas em cima do Coritiba em 11 jogos.

A torcida alviverde logo começou a cantar e empurrar o time da casa para cima. Aos 42 minutos, Rafinha lançou Léo Gamalho que chegou a dividir com o goleiro, mas não conseguiu chutar para o gol. Os dois times atacavam em busca do gol da vitória, porém tudo parecia se encaminhar para o fim da partida com o 1x1 no placar. 

O quarto árbitro levantou a placa de seis minutos de acréscimos, mas o Coxa precisou de apenas três minutos para mudar a história da partida. Em bola levantada na área, William Alves disputou com Leandro Camilo, e a bola sobrou para o artilheiro, Léo Gamalho, que dominou e empurrou a bola para o gol. Festa Coxa-branca, torcida gritando e vitória do Coritiba por 2x1 no apagar da luzes. 

O próximo jogo do Coritiba é em casa, contra o CSA, que também luta pelo o acesso à Série A, no domingo (21), às 19h. Já o Brasil de Pelotas recebe em casa o Botafogo, no mesmo dia e horário do jogo do Coxa. 

Ficha Técnica Coritiba  x  Brasil de Pelotas

Data: 14 de novembro de 2021 (Domingo).

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira - Curitiba/PR.

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).

Escalações

Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val (William Alves) e Robinho (Matheus Sales); Rafinha (João Vitor), Waguininho (Romário) e Léo Gamalho.

Cartão amarelos: Val.

Gols: Waguininho aos 9' do 2T e Léo Gamalho aos 48' do 2T.

Brasil de Pelotas: Marcelo; Netto, Leandro Camilo, Ícaro e Heverton (Paulinho); Diego Domes, Bruno Matias, Rildo (Caio Rangel), Renatinho (Oliveira) e Patrick (Gabriel Poveda); Erison.

Cartões amarelos: Diego Gomes, Bruno Matias e Erison.

Gol: Erison (P) aos 35' do 2T. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias