Segunda, 29 de Novembro de 2021
19°

Nevoa úmida

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Brasileirão 2021

No apagar das luzes, Athletico empata com o Flamengo em jogo atrasado do Brasileirão

O empate, que pareceu como uma vitória para o time Paranaense, acabou sendo ruim para as duas equipes que necessitavam dos 3 pontos

02/11/2021 às 16h08 Atualizada em 02/11/2021 às 18h17
Por: GUILHERME DIAS
Compartilhe:
Foto: Gustavo Oliveira
Foto: Gustavo Oliveira

Na tarde desta terça-feira (02), feriado de Finados, Athletico e Flamengo entraram em campo na Arena da Baixada, em um jogo atrasado, que seria válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo com a atuação da arbitragem muito questionada, o rubro-negro paranaense começou mal, mas melhorou muito no segundo tempo, e no apagar das luzes, Guilherme Bissoli conseguiu arrancar o empate para o time da casa, terminando a partida em 2x2.

Esse foi o quarto confronto entre as duas equipes em menos de um mês. Até a partida desta terça, os dois times tinham uma vitória para cada lado e um empate, agora, são dois. Porém, a única vitória paranaense foi mais saborosa: a classificação para a final da Copa do Brasil.

O Jogo

O rubro-negro veio a campo com a mesma formação que venceu a equipe carioca no Maracanã, e começou jogando mais no ataque. Aos 8 minutos, o primeiro lance perigoso, Marcinho pegou rebote de uma cobrança escanteio e chutou com perigo pra fora. 

O jogo era muito tenso, com muitas faltas, e a falta de critério para cartões, começou a irritar a torcida athleticana. Aos 13 minutos, Andreas Pereira tentou uma cobrança de falta com perigo, a bola subiu e tocou na rede pelo lado de fora.

Balde de água fria

Até que, 5 minutos depois, o primeiro balde de água fria. Michael fez boa jogada pelo lado esquerdo, rolou para Vitinho que chutou, Santos defendeu com o pé, mas a bola sobrou para Gabigol, que meio desajeitado, conseguiu pegar na bola, mandando no canto, para abrir o placar. 1x0 Flamengo

O atacante foi comemorar provocando a torcida da casa, irritando os jogadores do Furacão, o atacante ainda saiu caminhando lentamente rumo ao meio de campo, e o árbitro Marielson Alves Silva nada fez, causando uma confusão antes da bola rolar novamente.

Mesmo com o gol, o Flamengo seguia melhor na partida e aos 21 quase fez o segundo, em outra falta de Andreas Pereira. O Athletico respondeu aos 27 minutos, em uma cobrança de falta de Terans, sem levar perigo ao gol de Diego Alves.

Mais um, e com direito a golaço

E quando a partida parecia esfriar, mais um balde de água fria. Com 28 minutos, Santos saiu jogando errado, Isla conseguiu interceptar a bola e lançou para Gabigol, que na entrada da área encobriu o goleiro, marcando um golaço. 2x0 Flamengo.

A partir daí a partida começou a se arrastar, e os jogadores cariocas começaram a fazer muita cera. Aos 32 minutos, após uma confusão entre Kayzer e Léo Pereira, o juiz subiu o cartão vermelho ao jogador athleticano. O VAR chamou, e após 2 minutos de verificação, o cartão foi anulado, ficando somente com o amarelo.

O jogo seguiu amarrado, até o apito final do árbitro.

2º Tempo

No segundo tempo, o Furacão voltou melhor para o gramado, pressionando e tentando buscar o gol. Logo aos 3 minutos, após uma cobrança de falta, Marcinho pegou o rebote e chutou forte pra fora. No lance da falta, Vitinho deixou o braço no rosto de Pedro Henrique, mas o árbitro sequer foi consultar o VAR.

Aos 12 minutos, o Flamengo chegou, Michael cruzou, a bola passou toda área e chegou em Isla, que bateu pra fora.  Um minuto depois, mais Furacão, Terans bateu escanteio na área, Pedro Henrique subiu no meio da zaga e testou pra fora.

Diminui o Furacão

A pressão deu certo, aos 17 minutos Abner fez grande jogada pelo lado esquerdo, cruzou para Nikão, que chutou rasteiro, Diego Alves fez grande defesa, mas a bola sobrou para Renato Kayzer, que mandou para o fundo das redes. O árbitro assinalou impedimento, mas o VAR chamou, e após quase 3 minutos, validou o gol.  Athletico 1x2 Flamengo.

Logo na saída de bola, o Furacão roubou a bola novamente, foi ao ataque, e novamente Abner encontrou Terans na área, para empatar a partida. Porém, o camisa 80 estava em posição de impedimento, e desta vez, o bandeirinha anulou corretamente o lance.

O Furacão seguia melhor, aos 28 mais uma falta de Terans, ele bateu com perigo pra fora. O técnico Alberto Valentim resolveu mexer no time e ousou na mudança, colocando Pedrinho no lugar de Nico Hernandéz. Logo depois, mudou de novo, colocando Christian na posição de Léo Cittadini. Renato Gaúcho, que ainda não havia mexido no time, respondeu as mudanças com Rodinei e Matheuzinho nos lugares de Andreas Pereira e Isla.

Um pecado

A partida esfriou, os jogadores começaram a sentir a pressão e o cansaço do jogo, reclamando de dores. Com 42 minutos, outra grande chegada do Furacão, Kayzer foi lançado no ataque, tirou de Diego Alves, encobrindo o goleiro, a bola caprichosamente saiu a esquerda.

O Furacão seguiu melhor até o fim, Valentim ainda tentou jogar o time totalmente para frente. Aos 47, Terans tabelou com Bissoli, invadiu a área, driblou dois e tentou o chute, Diego Alves defendeu com a pontinha da luva, tirando a bola de Kayzer, que estava pronto para por a bola pra dentro do gol.

No apagar das luzes

Quando o jogo parecia se encaminhar ao final com uma vitória do Flamengo, a raça athleticana fez efeito. Aos 49 minutos, depois de muita pressão, Nikão cobrou o escanteio, o goleiro flamenguista saiu mal e Guilherme Bissoli resvalou na bola para desviar para dentro do gol. Empate para explodir a Arena, 2x2.

Aos 51 minutos, Gustavo Henrique ainda colocou a bola no travessão, assustando a meta paranaense. Mas não restava tempo para mais nada, e o árbitro Marielson Alves Silva deu fim ao jogo. Athletico 2x2 Flamengo.

Resultado

Apesar do empate parecer uma vitória, o resultado foi ruim para o Furacão, que ganhou uma posição, subindo para 14º, mas ainda continua a apenas 5 pontos da ZR. Já o Flamengo, também sofreu com o resultado e manteve a 3ª posição, com 50 pontos, ficando a 9 do líder Galo.

 

FICHA TÉCNICA

Data: 02 de novembro de 2021 (terça-feira)

Horário: 16h (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

VAR: Marcio Henrique de Gois (SP)

 

Cartões amarelos: Terans (Athletico), Thiago Heleno (Athletico), Renato Kayzer (Athletico), Léo Pereira (Flamengo), Nicolás Hernandéz (Athletico), Andreas Pereira (Flamengo)

 

GOLS:

Athletico: Renato Kayzer, aos 17 minutos do 2T. Guilherme Bissoli, aos 49 minutos do 2T.

Flamengo: Gabriel, aos 17 e aos 28 minutos do 1T.

 

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolás Hernández (Pedrinho); Marcinho, Erick (Bissoli), Léo Cittadini (Christian), Abner (Jader); Nikão, David Terans e Renato Kayzer.

Técnico: Alberto Valentim

 

Flamengo: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Gustavo Henrique, Léo Pereira, Ramon; Willian Arão, Andreas Pereira (Rodinei), Everton Ribeiro, Vitinho (Thiago Maia), Michael e Gabriel.

Técnico: Renato Gaúcho

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias