Domingo, 16 de Janeiro de 2022
17°

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Anúncio
Esportes Fórmula 1

GP da Holanda: Uma corrida de estratégias

Estratégias marcaram o GP da Holanda, liderado por Max Verstappen e mudanças no grid de 2022 da Fórmula 1.

09/09/2021 às 19h41
Por: BRUNA BERTOLLO
Compartilhe:
Foto: Redbull Content Pool
Foto: Redbull Content Pool

TREINO CLASSIFICATÓRIO (SÁBADO): 

Depois da não corrida em Spa-Francorchamps chegou a hora do GP da Holanda. Na sexta de treino tivemos a Aston Martin de Sebastian Vettel dando problemas. Já no sábado o piloto teve sua volta rápida prejudicada por ninguém mais ninguém menos que Nikita Mazespin (sem comentários), fazendo com que o alemão fosse eliminado no Q1 junto com Sergio Perez. 

Nosso Finlandês preferido, Kimi Raikkonen (desculpa Bottas) ficou de fora da corrida pois estava com covid e foi substituído por Robert Kubica. Kimi também anunciou que após a temporada de 2021, vai se aposentar da Fórmula 1, o que infelizmente já era esperado. 

Durante o Q2 Russell escapou com o carro, deixando sujeira na pista e logo depois seu companheiro de equipe, Latifi bateu. Como faltava pouco tempo para o fim do qualifying, o Q2 foi encerrado. Início do Q1 e não tivemos muitas surpresas, Max Verstappen garantiu a pole position, seguido por Lewis Hamilton e Valtteri Bottas em terceiro, mas a verdadeira surpresa foi Pierre Gasly em quarto e Antonio Giovinazzi em sétimo, provavelmente a melhor posição de largada da Alfa Romeo durante essa temporada. 

A CORRIDA: 

Para quem estava esperando uma corrida com várias ultrapassagens, o GP da Holanda deixou a desejar, porém entregou bastante estratégia por parte das equipes, tirando a McLaren que está pensando em alguma até agora. 

Uma corrida que contava com 2 paradas resultou em uma estratégia errada da Mercedes e na liderança de Verstappen do início ao fim da prova, enquanto Sergio Perez, que largou de ultimo praticamente, saiu escalando piloto por piloto até terminar em oitavo. 

Sabendo que já não ficariam em primeiro, a Mercedes desesperada tentou uma última estratégia. Mandou Bottas entrar no box para troca de pneus e disse “não faça a volta mais rápida” e assim Valtteri voltou para a pista e fez a volta mais rápida, junto com uma ida direto para o RH assinar sua saída da equipe (o coitado não acerta uma). Tivemos Tsunoda, Russell e como sempre Mazespin fora da corrida, que se disse muito chateado com o companheiro Mick Schumacher por ter atrapalhado o mesmo durante a prova. O piloto russo disse que existe um combinado na Haas onde em cada corrida um piloto é favorecido, e durante o GP da Holanda seria a vez dele, porém não foi bem isso que aconteceu. Mas nós não vamos te defender Mazepin, desista. 

O RESULTADO:

O final do GP da Holanda teve um troféu que parecia mais uma taça de gin, pronta para receber um Taqueray, Verstappen está na frente do campeonato novamente por apenas 3 pontos e Valtteri Bottas que agora assume a terceira posição, deixando Lando Norris em quarto. 

 

No próximo final de semana teremos o tão aguardado GP de Monza. Será que a Ferrari acorda? Hamilton consegue ultrapassar Verstappen novamente no campeonato? Deixe aqui nos comentários as suas apostas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias