Segunda, 27 de Setembro de 2021 06:34
(41) 98889-8341
Futebol Copa do Brasil

Athletico vence o Santos na primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil

O rubro-negro paranaense só precisa de um empate no jogo da volta para garantir a classificação

25/08/2021 18h58 Atualizada há 1 mês
Por: GUILHERME DIAS
Foto: Gustavo Oliveira
Foto: Gustavo Oliveira

Com campanhas irregulares, intercalando entre altos e baixos, Athletico e Santos se enfrentaram na Arena da Baixada na noite desta quarta-feira (25). Fazendo a lição de casa, o rubro-negro foi pra cima do Peixe e conseguiu vencer a partida por 1x0. O resultado, apesar de magro, da a vantagem do empate para a partida de volta na Vila Belmiro.

Mantendo um tabu dentro de casa, o Furacão venceu o 4º confronto contra o Peixe dentro de seus domínios. A última vitória do Santos em Curitiba foi na partida de ida das oitavas de final da Libertadores de 2017, onde venceu por 3x2.

O Jogo

O Athletico começou a partida impondo o ritmo de jogo. O time que vinha de uma partida espetacular diante da LDU e uma péssima atuação contra o Corinthians, mostrou quem mandava no Caldeirão. Nos primeiros 10 minutos, o rubro-negro chegou três vezes com perigo, colocando até uma bola na trave. 

Premiado pela insistência

Aos 15 minutos, Thiago Heleno quase fez um gol de placa. O zagueiro viu o goleiro João Paulo adiantado e mandou de cobertura do meio do campo, o arqueiro santista se recuperou e jogou a bola pra escanteio. Na cobrança, Nikão bateu no primeiro pau, Richard desviou pra trás e Renato Kayzer, de frente pro gol, concluiu para o fundo das redes, abrindo o placar na Arena. Athletico 1x0.

Com o gol a equipe paulista acordou, e tentou buscar o empate. Com 23 minutos, Jean Mota recebeu no meio de Sánchez e arrematou com efeito, o goleiro Santos teve trabalho para fazer a defesa. Com o Peixe se jogando se abrindo mais, o Furacão tentava se aproveitar os contra-ataques.

Nikão teve duas chances para ampliar o placar, aos 39 e aos 40, levando perigo a meta de João Paulo. Christian ainda teve a última chance, mas também parou no arqueiro. Final de primeiro tempo Athletico 1x0 Santos.

2º Tempo

As equipes voltaram com a mesma formação para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Jader puxou o contra-ataque pelo meio e soltou a bola pra Marcinho na direita, o lateral chutou cruzado com força, obrigando João Paulo a mandar pra escanteio.

A equipe paulista passou a ficar mais com a bola e respondeu aos 13 minutos, em duas chegadas de Marcos Guilherme. Na primeira, ele carimbou Pedro Henrique, na segunda, após ajeitada de Sánchez, mandou por cima do gol, sem perigo. 

Reclamação

Com 20 minutos, a bola foi alçada na área do Athletico, Kayzer da uma esticada no braço para dominar a bola, a equipe santista reclamou muito pedindo pênalti.  O VAR revisou o lance e mandou seguir o jogo, os paulistas ficaram indignados e continuaram reclamando. Três minutos depois, António Oliveira resolveu mexer na equipe pela primeira vez, colocando o recém-contratado Pedro Rocha no lugar de Kayzer. Apesar da substituição, o Santos seguia melhor na partida. Marcos Leonardo recebeu lançamento e ganhou a bola de Pedro Henrique, ele tentou o chute, mas o goleiro Santos, bem colocado, encaixou. 

Lance polêmico

O português então resolveu mexer em atacado, trazendo Erick, Léo Cittadini e Vinícius Mingotti para o jogo. O time melhorou com as mudanças e até chegou a fazer o segundo gol, Pedro Rocha recebeu na área e tocou para Mingotti, que encobriu o goleiro, mas /o bandeirinha assinalou impedimento. O lance duvidoso foi confirmado pelo VAR, mas deixou muita desconfiança do lado athleticano.

Dois minutos depois, depois de um bate-rebate na área, a bola sobrou pra Cittadini, de frente pro gol, ele pegou mascado e a bola subiu. O passou a ficar nervoso nos minutos finais, a equipe de Santos atacava, e o time paranaense se defendia. Aos 46, em uma bola alçada na área, o arqueiro rubro-negro se jogou no meio dos jogadores para conseguir dar um soco e tirar a bola. 

A pressão seguiu até o fim, mas não restava tempo para mais nada. Fim de papo na Arena. Athletico 1x0 Santos. Ao final da partida, o técnico Fernando Diniz ficou quase 3 minutos dentro do gramado gesticulando, argumentando e batendo boca com o árbitro Marcelo de Lima Henrique, que nada fez para contê-lo.

Resultado

Com o resultado, o rubro-negro só necessita de um empate na partida de volta, no dia 14 de setembro, na Vila Belmiro. Ao alvinegro, resta vencer por um gol de diferença para levar a partida para os pênaltis, ou dois gols de diferença para avançar na competição. Na Copa do Brasil não existe gol qualificado.

Quem sair vitorioso, encara na semifinal o vencedor da partida entre Flamengo x Grêmio.

 

FICHA TÉCNICA

Data: 25 de agosto de 2021 (quinta-feira)

Horário: 19h (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ) 

 

Cartões amarelos: Richard (Athletico),Wagner Leonardo (Santos),

 

GOLS:

Athletico: Renato Kayzer, aos 16 minutos do 1T.

 

Athletico: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno, Abner; Richard (Erick), Christian (Fernando Canesin), David Terans (Mingotti); Nikão, Jader (Léo Cittadini) e Renato Kayzer (Pedro Rocha).

Técnico: António Oliveira

 

Santos: João Paulo; Madson, Luiz Felipe (Robson), Wagner Leonardo, Felipe Jonatan; Carlos Sánchez (Ângelo), Jean Mota (Raniel), Gabriel Pirani (Ivonei); Marcos Guilherme, Marcos Leonardo e Lucas Braga.

Técnico: Fernando Diniz

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias