Segunda, 27 de Setembro de 2021 06:37
(41) 98889-8341
Esportes Futebol de Areia

Brasil perde nos pênaltis para Suíça na estreia da Copa do Mundo de Futebol de Areia

Agora, o Brasil precisa ganhar as duas próximas partidas para se classificar para a próxima fase da competição

20/08/2021 15h49 Atualizada há 1 mês
Por: GUILHERME DIAS
Foto: Rede Globo
Foto: Rede Globo

Em busca do Hexa, o Brasil enfrentou a Suíça na tarde desta sexta-feira (20) em sua estreia na Copa do Mundo de Futebol de Areia que acontece em Moscou, na Rússia. O time brasileiro teve o jogo na mão e vencia por dois gols de diferença, mas deixou os suíços empatarem, levando a partida para os pênaltis e perdendo por 4x3.

O Brasil está no Grupo C da competição, que além da Suíça, conta com Belarus e El Salvador. O vencedor no tempo normal leva 3 pontos, na prorrogação 2 e nos pênaltis 1 ponto.

O Jogo

A partida começou agitada nas areias de Moscou, o Brasil tentava buscar o ataque, mas a Suíça mostru que seria um adversário difícil de enfrentar. Logo no começo do jogo o Brasil teve uma falta de longe, o goleiro Elliot fez grande defesa.  

Já era metade do primeiro período, quando finalmente saiu o primeiro gol. Edson Hulk recebeu lançamento do goleiro mão, girou e finalizou no canto do goleiro, 1x0 Brasil. Mas não deu nem de comemorar, na saída de bola, a barreira abriu e Borer mandou uma bomba no ângulo, empatando a partida.

A Suíça seguia mais perigosa na partida, mas no fim do período, Lucão arrancou pro ataque e chutou rasteiro pra colocar a seleção brasileira na frente novamente. Restando 22 segundos para acabar, o Brasil chegou novamente, Catarino tentou uma linda bicicleta, mas Elliot fez a defesa. 

2º Período

No segundo período, a Suíça voltou querendo o empate e logo nos primeiros minutos, teve uma falta no campo de defesa. Stankovic tomou muita distância e soltou a bomba, a bola bateu no morrinho artilheiro e encobriu Mão, entrando na mata. Brasil 2x2 Suíça.

Os brasileiros tentavam ficar a frente da frente novamente, Lucão tentou um bonito voleio, mas a bola subiu e saiu. Os suíços não se deram por vencidos e foram pra cima. Faltando 8 minutos para o fim, Boner chutou de longe, o goleiro resvalou na bola e ela explodiu na trave, sobrando para Catarino tirar em cima da linha.

Apesar do forte ataque da Suíça, o Brasil seguia pressionando. O técnico Gilberto Costa chamou o fixo Filipe e o centroavante Zé Lucas para entrarem na partida. Logo no primeiro lance, o centroavante apareceu como elemento surpresa na cobrança de escanteio, e de primeira mandou pro gol. 3x2 Brasil e fim do 2º período.

3º período

O último período começou eletrizante, logo na saída, Zé Lucas novamente mandou uma bomba, no ângulo, para fazer 4x2. Os suíços tentaram não se abalar com a diferença de dois gols e foram atrás do placar, Boner sofreu a falta na ponta esquerda e bateu forte, sem chances para o goleiro. Brasil 4x3 Suíça.

O relógio passava, e com 4 minutos, Rodrigo tentou o chute de longe, o goleiro espalmou para escanteio. Na cobrança, Zé Lucas emendou uma bicicleta espetacular, no ângulo, marcando seu terceiro gol na partida. 

A partir daí, os brasileiros passaram a controlar o jogo, jogando a favor do relógio. Os suíços tentavam ir para o ataque, mas a boa defesa brasileira segurava os adversários. Restando 3 minutos para acabar, pênalti para a Suíça. Ott bateu no cantinho e diminuiu novamente, Brasil 5x4 Suíça.

Faltando 2 minutos para o fim, Datinha teve a chance em uma falta perigosa, mas bateu sem muita força, deixando fácil para o goleiro. 

Quando o jogo parecia terminar, a equipe brasileira saiu errado, Stankovic recebeu ligação direta na cara do gol e empatou o jogo. No lance seguinte, Ott recebeu na frente novamente e quase virou a partida. Fim do tempo regular, Brasil 5x5 Suíça.

Prorrogação

Como no futebol de areia, não existe empate, os times os times mudaram de lado e a prorrogação já começou. No primeiro lance, Rodrigo recebeu a bola na esquerda e furou, perdendo o gol. Datinha tentou um chute de longe e também não obteve sucesso. A única chegada da Suíça foi com Stankovic, que tentou uma bicicleta, mas a bola passou por cima.

Os 3 minutos passaram como um sopro e a partida seria decidida nas penalidades máximas.

Pênaltis

Assim como no futebol de campo, 5 pênaltis para cada lado definem o vitorioso na areia. O Brasil começou defendendo, e Rafa Padilha pegou o primeiro pênalti. Lucão, atleta do Vasco da Gama, deslocou o goleiro e fez 1x0 nas cobranças.

Steinemann converteu para Suíça fazendo 1x1. Zé Lucas, o destaque do jogo, converteu novamente, 2x1. Mão foi para meta para tentar pegar a cobrança de Misev, mas não conseguiu, 2x2. Antonio visivelmente nervoso, isolou, perdendo a chance de manter o Brasil na frente. 

Borer também converteu, 3x2 para Suíça. Edson Hulk, autor do primeiro gol deixou tudo igual. Stankovic tinha a missão de bater o último pênalti para os suíços, e converteu. Rodrigo foi para a bola para última cobrança brasileira e perdeu, defesa de  . Fim de jogo, vitória da Suíça.

Resultado

Com o resultado, o Brasil divide a última posição do grupo com El Salvador, que também perdeu nos pênaltis para a equipe de Belarus.

A próxima partida da seleção é contra os bielorrussos, no domingo (22), às 10h30 da manhã (horário de Brasília).

22/08 - 10h30 - Belarus x Suíça

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias