Segunda, 27 de Setembro de 2021 07:38
(41) 98889-8341
Sul-americana Copa Sul-Americana

Virada histórica! Athletico vence a LDU por 4x2 e se classifica para a semifinal da Copa Sul-Americana

O rubro-negro paranaense reverteu o resultado de 1x0 na ida, e venceu no placar agregado por 4x3

19/08/2021 21h14 Atualizada há 1 mês
Por: GUILHERME DIAS
Foto: Fábio Wosniak
Foto: Fábio Wosniak

Na noite desta quinta-feira, Athletico e LDU Quito se enfrentaram pela partida de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana. E o que parecia difícil, aconteceu! O rubro-negro conseguiu a virada em 4x2, e se classificou para a semifinal da competição com o placar agregado de 4x3.

Quebrando um tabu de remontadas em partidas internacionais, o Furacão só havia revertido resultado em uma ocasião, diante do Sporting Cristal, pela pré-libertadores em 2014, no estádio da Vila Capanema. A vitória também quebrou um jejum de 5 jogos sem vencer do rubro-negro paranaense.

O Jogo

O jogo começou super agitado na Arena, o relógio não marcava nem 1 minuto de jogo, e Bissoli já tinha arriscado uma bola perigosa na meta do goleiro Gabbarini. O Athletico, que precisava de 2 gols para se classificar, foi pra cima e tentava achar o gol a todo custo.

Balde de água fria logo no início

Até que aos 10 minutos de jogo, a ducha de água fria. No primeiro ataque da LDU, Nikão entregou a bola para Perlaza que armou o contra-ataque, o lateral avançou pela direita e alçou a bola na área, Amarilla se antecipou a marcação de Marcinho e cabeceou pro fundo das redes, inaugurando o placar.

Empate e virada relâmpago

O Furacão não se deixou abalar com o gol e foi pra cima, tentando buscar o empate, aos 17, Richard tentou de fora da área, sem perigo. Aos 24, a LDU respondeu também de cabeça, Cruz mandou pra fora. Um minuto depois, Christian recebeu pela esquerda puxou para o meio e fuzilou pro fundo do gol, empatando a partida em 1x1.

Com o resultado, o Athletico ainda precisava de mais 2 gols para se classificar, e foi em busca do resultado. Aos 29 minutos, Nikão puxou o contra-ataque e lançou Christian, o meia disputou no corpo dos zagueiros, limpou Guerra, e chutou na saída de Gabbarini para virar a partida. Athletico 2x1.

Restava apenas um gol para o rubro-negro conseguir a classificação, e o Athletico seguia no ataque. Aos 34, Terans arriscou da intermediária  e tirou tinta da trave, aos 36, Bissoli recebeu de Vitinho dentro da área e chutou pra fora, perdendo a chance.

Novo balde de água fria

Com 42 minutos, um novo balde de água fria. Marcinho falhou e Alcívar roubou a bola, ele achou Jhojan Julio na esquerda sozinho, que puxou pro meio e bateu no ângulo, sem chance para Santos. Athletico 2x2 LDU. Não restando tempo para reagir, o árbitro Eber Aquino apitou o fim da primeira etapa, o Furacão necessitava de 2 gols novamente para se classificar.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou truncada, a equipe da LDU tentava parar o jogo a todo momento, deixando o time da casa irritado. Aos 12 minutos, Amarilla girou e bateu para o gol de fora da área, Santos encaixou. No mesmo minuto, António Oliveira acionou o banco pela primeira vez e chamou Erick para partida no lugar de Richard. 

Apesar da mudança, o Athletico não conseguia se encaixar para chegar no ataque com perigo. Quem se aproveitava era a equipe equatoriana, que se fechou e jogava somente nos contra-ataques.

A estrela de Bissoli

Até que aos 16 minutos, Terans recebeu o cruzamento de Marcinho e chutou, o goleiro Gabbarini fez um milagre, mas Bissoli, o centroavante que recém voltou para o rubro-negro, pegou o rebote para colocar o Furacão na frente de novo. Athletico 3x2. O árbitro ainda aguardou 3 minutos de VAR para validar o gol.

Aos 20 minutos, Chrsitian dominou na área e é puxado na área. O árbitro manda o jogo seguir, porém, o VAR chamou. Pênalti para o Furacão. Guilherme Bissoli foi para a bola e bateu alto, no meio do gol, para ampliar a vantagem e reverter o placar em favor do time paranaense. Athletico 4x2 LDU.

Panela de pressão

Ao Furacão, só restava o tempo passar, mas o time seguia no ataque. Aos 28 minutos, na cobrança de escanteio, Thiago Heleno desviou no primeiro pau, Erick tentou desviar pro gol, mas a bola foi pra fora.

Pablo Marini resolveu mexer em atacado, e fez três alterações na equipe de Quito. O jogo passou a ficar dramático, aos 33 minutos Reasco, que tinha acabado de entrar, arriscou de longe, mas a bola sobiu e foi pra fora. A resposta do Furacão veio um minuto depois, Nikao ganhou a jogada na direita, invadiu a área e chutou, forte, o goleiro espalmou. Com 37 minutos, António Oliveira  chamou Kayzer para o jogo, ele entrou no lugar de Bissoli. 

O relógio passava de 40 minutos, e a LDU seguia no ataque. O técnico português então fechou o time, colocando mais um zagueiro e um volante para jogar. Aos 45, Marcinho cobrou falta na grande área, Erick mandou de cabeça pra fora.

Ataque x defesa, o time colombiano tentava buscar o ataque. Mas a defesa sólida rubro-negra segurava o placar. Fim de papo na Arena, virada histórica do Furacão. Athletico 4x2 LDU. 

Resultado

Com o resultado, o rubro-negro encara na semifinal o time do Peñarol na semifinal da competição. As partidas de ida devem acontecer entre os dias 21 e 22 de setembro e a volta no dia 29 do mesmo mês.

FICHA TÉCNICA

Data: 19 de agosto de 2021 (quinta-feira)

Horário: 19h15 (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Roberto Cañete (PAR)

VAR: Mario Diaz de Vivar (PAR)

 

Cartões amarelos: Bissoli (Athletico), Cruz (LDU), Paulo Autuori (Athletico), Luis Caicedo (LDU)

 

GOLS:

Atletico: Christian, 2x, aos 25 e aos 29 minutos do 1T. Bissoli, 2x, aos 16 e aos 24 minutos do 2T.

LDU: Amarilla, aos 10 minutos do 1T. Jhojan Julio, aos 42 minutos do 1T.

 

Athletico: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno, Abner; Richard, Christian, David Terans; Nikão, Vitinho e Guilherme Bissoli (Kayzer).

Técnico: António Oliveira

 

LDU: Gabbarini; Cruz, Caicedo, Guerra, Perlaza; Piovi, Zunino (Ordóñez), Scotto (Reasco), Alcívar (Kaprof); Jhojan Julio e Amarilla.

Técnico: Pablo Marini

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias