Segunda, 27 de Setembro de 2021 07:42
(41) 98889-8341
Tóquio 2020 Vôlei masculino

Brasil perde o bronze para Argentina no Vôlei masculino

Com mais uma atuação apática, o time de Dal Zotto não conseguiu repetir uma boa atuação e perdeu a partida no tie-break

07/08/2021 03h53
Por: GUILHERME DIAS
Foto: Volleyball World
Foto: Volleyball World

Já era quase manhã de sábado (07), quando Brasil e Argentina entraram em quadra para disputa da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em mais uma partida apertadíssima, os brasileiros começaram mal, se recuperaram, mas deixaram a vitória escapar no final, ficando na 4ª posição e deixando o bronze com os argentinos.

Essa foi a segunda partida entre as equipes que foi para o tie-break. Na fase de grupos, em uma partida super emocionante, o Brasil conseguiu virar o jogo no final, dessa vez, a história foi diferente, e a Argentina venceu a partida por 3x2, com parciais de 23/25, 25/20, 25/20, 17/25 e 13/15.

O Jogo

O jogo começou movimentado, os argentinos saíram na frente com um ponto de cheque logo de cara. A partida seguia equilibrada, até que a Argentina conseguiu a primeira vantagem da partida com um 15x11.

Rena Dal Zotto adotou uma postura diferente da última partida e já mexeu na equipe no primeiro set, Douglas entrou no lugar de Leal. O oposto entrou bem na partida e conquistou bons pontos para diminuir a distância no placar em 19x17, obrigando o técnico Marcelo Mendez a parar a partida. Com 21x20 no placar, o técnico brasileiro tentou a inversão do 5x1, mas não deu certo. Com dois erros de saque de Maurício e Allan, o Brasil cedeu dois set points aos argentinos. O primeiro, Lucão salvou, mas no segundo, Loser conseguiu explorar o bloqueio e colocar a bola no chão, fim de set, 23/25, 1 set a 0 para Argentina.

2º Set

No segundo set, os argentinos voltaram melhor, mas a defesa brasileira começou encaixar e finalmente o Brasil conseguiu seu primeiro ponto de bloqueio, abrindo 8x5. A partida seguia muito disputada, com a equipe brasileira tentando segurar dois pontos à frente, enquanto os argentinos perseguiam, tentando diminuir. Lucarelli, um dos maiores destaques na partida subiu para marcar o segundo ponto de bloqueio, abrindo 20x17.

Douglas, do fundo da quadra, subiu para atacar e aumentar mais ainda a vantagem em um momento super importante da partida. No erro de saque de Conte, o Brasil chegou ao 24º ponto, com quatro set points, mas foi preciso somente um, Wallace explorou o bloqueio e fechou o set em 25/20, 1 set a 1.

3º Set

Era emoção que queria? Pois teve. No terceiro set, os Hermanos abriram 3x0 em tês erros de Lucão. A Argentina voltou com um jogo muito encaixado, mas o Brasil tinha Wallace em quadra, o maior pontuador brasileiro na partida soube explorar os bloqueios e encaixar bons ataques, empatando o jogo em 10x10. Conte, maior pontuador do jogo, conseguiu um ace, abrindo uma pequena distância novamente para a azul-celeste. Leal voltou a quadra e atacando forte, com um ace, virou a partida e colocou a seleção canarinho na frente.

Maurício Souza atacou, a bola bateu no bloqueio e foi pra fora, momento importante para abrir dois pontos, a argentina errou e Lucarelli ainda ampliou, quatro pontos de diferença no final do set. Lucão, enterrando a bola no chão fechou o set novamente em 25/20, era a virada brasileira em 2 sets a 1.

4º Set

O quarto set poderia ser o último, mas foram os argentinos que voltaram mais concentrados. O Brasil deu pane total, e a rede com bloqueio triplo não funcionava, os erros foram constantes e os Hermanos abriram 16x10 no placar. Depois de um rally longo, a Argentina pontuou, abrindo 21x14, a situação ficou complicada para os brasileiros. Nenhum fundamento funcionava no lado brasileiro, fazendo com que os adversários chegassem ao penúltimo ponto com nove set points. Lucarelli jogou o saque na rede, fim de set 25/17, empatando tudo novamente, e levando o jogo pro tie-break.

Tie-break

O set desempate começou no mesmo ritmo do último, com o Brasil apagado e a Argentina descendo o braço. Colocando bolas no fundo, os argentinos abriram 7x3 na metade do set. Dal Zotto chamou novamente Douglas pra quadra, que entrou dando pancada. No lance seguinte, em um rally incrível, Bruninho esticou demais para Douglas que foi vencido pelo bloqueio.

Com 10x6 no placar, Renan parou o jogo e chamou Cachopa para a partida, o levantador conseguiu dar mais dinâmica no jogo. Douglas pediu bola no meio e recebeu, botando no chão e diminuindo a diferença, 10x8, o Brasil estava no jogo. 

Cachopa apareceu novamente, agora no bloqueio para dar um lindo toco, 11x10, deixando o final do jogo tenso, Marcelo Mendez parou o jogo. Na volta, Lucarelli encaixou um ace para deixar tudo igual, mas com dois ataques de bloqueio, os argentinos fecharam o set, 13/15, fim de partida, Argentina leva o bronze.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias