Segunda, 27 de Setembro de 2021 07:26
(41) 98889-8341
Tóquio 2020 Brasileirão 2021

Athletico empata com o xará Goianiense e está nas quartas da Copa do Brasil

Com resultado agregado de 3x2, o rubro-negro paranaense aguarda o próximo adversário que será definido por sorteio

04/08/2021 21h37 Atualizada há 2 meses
Por: GUILHERME DIAS
Foto: Heber Gomes/AGIF
Foto: Heber Gomes/AGIF

Na noite desta quarta-feira (04), o Athletico Paranaense foi até Goiânia enfrentar o Atlético Goianiense na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. A partida que começou sem emoções, teve várias intervenções do VAR e quase virou palanque de briga no final, terminou com o resultado de 2x2, empate suficiente para classificar o Furacão para as quartas de final.

Com o empate, o Furacão mantém e aumenta um tabu de 12 jogos sem perder para o Dragão, são 9 vitórias e 3 empates no confronto, ao todo, são mais de 14 anos sem derrotas. A única vitória do Atlético Goianiense aconteceu nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2007.

1º tempo salvo pelo gol

A partida começou morna, com as duas equipes não conseguindo desenvolver um bom futebol. A primeira chegada de perigo só aconteceu aos 19 minutos, quando o Goianiense chegou com Dudu pela direita, ele chutou pra fora sem perigo.

O Athletico só foi responder aos 28, com Nikão pela direita, ele puxou para o meio e tentou o chute, a bola subiu e foi pra fora. Aos 44 minutos, quando parecia que o primeiro tempo iria terminar em 0x0, Nikão apareceu novamente. O meia recebeu pela ponta direita, ergueu a cabeça e cruzou rasteiro na entrada da área pra Christian, que chegou chapando no canto esquerdo do goleiro, placar aberto, 1x0 Athletico.

VAR como protagonista

No intervalo, Barroca fez a primeira alteração no time, colocando Arthur Gomes no lugar de Baralhas, que logo no primeiro minuto recebeu na esquerda, ajeitou e chutou cruzado, a bola passou rente a trave.

Com 6 minutos, Natanael recebeu de Dudu cruzou tentando alcançar Zé Roberto, o atacante dividiu com Richard e pediu pênalti, o juiz não deu nada, mas o VAR chamou, e dois minutos depois Bruno Arleu de Araújo marcou a penalidade. O próprio Zé Roberto bateu, deslocou Bento e colocou no canto direito, tudo igual 1x1.

António Oliveira seguia nervoso à beira do gramado, e levou cartão amarelo por reclamação. Apesar do empate dar a classificação para o Furacão, o rubro-negro paranaense seguia no ataque. Aos 15 minutos, Nikão recebeu na esquerda e cruzou, Marcinho ajeitou e Christian finalizou mal. 

Pênalti de um lado, pênalti para o outro

Aos 18, mais Athletico, Terans cobrou a falta com veneno, Fernando Miguel da um tapa na bola, ela bate no travessão e sai. Dois minutos depois, pênalti para o Furacão. Renato Kayzer invadiu a área e foi derrubado por Éder, o juíz apitou e o VAR confirmou. 

Nikão foi para a cobrança e Fernando Miguel defendeu, mas se adiantou, o VAR chamou e a cobrança voltou. Na segunda batida, Kayzer pegou a bola e mandou uma bomba, sem chance para o goleiro, 2x1 Athletico.

Mesmo com o placar favorável, o Furacão continuava no ataque, e aos 33 minutos conseguiu o terceiro gol, mas o VAR encontrou um impedimento super duvidoso, anulando o segundo gol de Renato Kayzer. 

Acréscimos: até amanhã

Quando o jogo se encaminhava para o final e parecia estar definido, o árbitro deu 11 minutos de acréscimos e o nervosismo tomou conta partida. Muitas faltas bobas, confusão, cartões e nada da bola rolar. O árbitro foi acrescentando mais minutos e o total do tempo extra chegou a 14 minutos.

Quem aproveitou a situação foi o Dragão, aos 51 minutos, Arnando cruzou pra área e Lucão, que tinha acabado de entrar, ganhou de Khellven e cabeceou, Bento falhou e soltou a bola no pé de Éder, que empatou a partida. Atlético-GO 2x2 Athletico.

Nos últimos minutos, a única coisa que não teve, foi futebol. E aos 59 minutos, o juiz pôs fim a partida. Final de jogo, 2x2 na partida, 3x2 para o Athletico no agregado.

Próxima partida

Agora, o Athletico aguarda o adversário das quartas de final, o sorteio dos confrontos acontece nesta sexta-feira (06), às 15h, na sede da CBF no Rio de Janeiro. As partidas de ida estão previstas para ocorrer entre os dias 24 a 26 de agosto, e as de volta, entre os dias 31 de agosto a 2 de setembro.

 

FICHA TÉCNICA

Data: 04 de agosto de 2021 (quarta-feira)

Horário: 16h30 (horário de Brasília)

Estádio: Estádio Antônio Accioly (Goiânia/Goiás)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo (Fifa/RJ) e Thiago Henrique Neto (RJ)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (Fifa/RJ)

 

Cartões amarelos: Thiago Heleno (Athletico), João Paulo (Atlético-GO), Nicolas (Athletico), António Oliveira (Athetico), Arnaldo (Atlético-GO), Zé Roberto (Atlético-GO).

 

GOLS:

Atlético-GO: Zé Roberto, aos 10 minutos do 2T. Arnaldo, aos 51 minutos do 2T.

Athletico: Christian, aos 44 minutos o 1T. Renato Kayzer, aos 24 minutos do 2T.

 

Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu (Arnaldo), Oliveira, Éder, Natanael; Baralhas, Willian Maranhão (André Lima), João Paulo; André Luís (Lucão), Zé Roberto e Janderson (Toró).

Técnico: Eduardo Barroca 

 

Athletico: Bento; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolas (Márcio Azevedo); Richard, Christian (Léo Cittadini), Terans (Zé Ivaldo); Nikão, Vitinho e Renato Kayzer (Carlos Eduardo).

Técnico: António Oliveira

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias