Segunda, 27 de Setembro de 2021 07:39
(41) 98889-8341
Tóquio 2020 Tóquio 2020

Alison dos Santos fica com o bronze nos 400m com barreiras

Brasileiro faz prova fantástica e bate o recorde sul-americano novamente

03/08/2021 00h15 Atualizada há 2 meses
Por: DANILO GEORGETE
Foto: Wagner Carmo/CBAt
Foto: Wagner Carmo/CBAt

"Chama teu vulgo malvadão" para buscar a medalha no pódio! Alison do Santos, 21 anos de pura simpatia, desenvoltura e agora medalhista olímpico. Correndo pela raia 7 o brasileiro fez bonito e terminou a prova em 3º lugar com direito a recorde sul-americano.

Quando era bebê, Alison sofreu queimaduras em uma acidente doméstico que deixou marcas na sua pele. Quando criança tinha vergonha e era tímido. Para o seu próprio bem conheceu o atletismo que o tirou a timidez, a ponto de dançar durante os aquecimentos das provas nas Olimpíadas. E foi o atletismo o responsável de eterniza-lo, aos 21 anos, no olimpo do esporte mundial. 

Em uma prova espetacular, Alison largou muito bem e se manteve entre os primeiros durante toda a prova, uma final de ritmo forte, com direito a quebra do recorde mundial. E o brasileiro entrou na reta final com sobras para fechar na terceira posição com o tempo de 46s72, recorde sul-americano e brasileiro.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias