Domingo, 28 de Novembro de 2021
21°

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Brasileirão 2021

Em jogo apático, Athletico Paranaense perde para o xará Mineiro no Mineirão

O Galo não vencia o Furacão em casa desde 2018, nas temporadas 2019 e 2020 o Athletico foi um visitante indigesto tanto no Estádio Independência quanto no Mineirão

01/08/2021 às 16h02
Por: GUILHERME DIAS
Compartilhe:
 Foto: Agência i7/ Mineirão
Foto: Agência i7/ Mineirão

O Athletico Paranaense foi até o Mineirão jogar contra o xará Atlético Mineiro, pela 14ª rodada do Brasileirão 2021 neste domingo (01). Apesar das poucas chances de gol, o Galo soube ser mais eficiente se aproveitou dos erros do Furacão para fazer 2x0 e conquistar mais uma vitória dentro de casa. 

Não podendo contar com Vitinho suspenso, e com a decisão de poupar Nikão, o técnico António Oliveira mandou a campo uma time com a formação em um 4-4-2 com Carlos Eduardo e Kayzer no ataque. Já o técnico Cuquinha, que comandava o time no lugar do pai Cuca, suspenso, também colocou o time no 4-4-2, pois teve a baixa de seu principal centroavante, Hulk, de última hora, por conta de uma conjuntivite.

Atlético-MG 2x0 Athletico

A partida começou pouco movimentada, as duas equipes tentavam encontrar espaço para chegar ao ataque, mas, nas poucas chances faltava pontaria. O primeiro chute a gol da partida só aconteceu aos 9 minutos de jogo, Zaracho tocou para Nacho, que ajeitou o corpo e bateu colocado pra fora.

A chance mais perigosa da primeira etapa foi aos 38 minutos, quando Zaracho tentou um cruzamento pra área, e Rihard chegou chutando contra o próprio patrimônio, a bola assustou Bento e passou tirando tinta da trave.

2º Tempo

No intervalo, os dois técnicos resolveram mexer nas equipes para tentar chegar mais ao ataque. Cuquinha chamou Eduardo Vargas para o lugar de Tchê Tchê e António Oliveira colocou Christian no lugar de Fernando Canesin.

As substituições começaram a fazer efeito, e quem começou atacando no segundo tempo, foi o rubro-negro, logo no primeiro minuto Cittadini driblou o zagueiro na área e tentou o chute, mas foi travado. Aos 6 minutos, Nicolas cruzou pra área, Cittadini dominou e rolou para Jadson na marca do pênalti, que chutou para fora, desperdiçando a melhor chance do jogo até então.

Pênalti duvidoso

Aos 12 minutos, Nacho Fernández dominou a bola na área e tentou o drible, Richard tomou a frente, roubou a bola e o árbitro Bráulio Machado marcou pênalti, os jogadores do Athletico ficaram enfurecidos, e Thiago Heleno levou cartão amarelo. Na cobrança, Eduardo Vargas bateu no canto direito, Bento quase tocou na bola, mas não alcançou. Atlético-MG 1x0 Athletico Paranaense

Dois minutos depois do gol, em um contra-ataque, o rubro-negro quase empatou. Richard lançou Khellven que tocou para Cittadini, o meia tentou o chute, mas pegou totalmente torto e mandou pra fora. António Oliveira então resolveu mais uma vez na equipe, chamando David Terans e Marcinho, no lugar de Jadson e Khellven.

Neto, o iluminado

Cuquinha respondeu as alterações fechando um pouco mais o time, colocando Neto no lugar de Zaracho, e precisou de somente 3 minutos pra mostrar ao que veio. Vargas fez boa jogada pela direita e cruzou na meia-lua, Neto pegou de primeira, a bola desviou em Pedro Henrique e matou Bento. 2x0 Galo.

Tendo que correr atrás do prejuízo, e com poucas opções para jogar o time pra frente no banco. O técnico athleticano chamou Jaderson e Erick para o jogo. Apesar das alterações, o Athletico continuava apático na partida e não conseguia armar boas jogadas. 

Com jogo ganho, Cuquinha fechou a casinha de vez, tirando Sasha para entrada de Réver e Calebe no lugar de Dodô. Terans não conseguiu entrar bem na partida, o único chute que deu, foi totalmente sem direção ao gol. Com 40 minutos, Vargas tomou cartão amarelo por uma entrada mais forte em Thiago Heleno, e três minutos depois, deu uma cotovelada em Pedro Henrique, levando o segundo amarelo e foi expulso da partida. 

O Galo manteve a posse de bola, e segurou o jogo até o apito final do árbitro. Fim de papo, Galo 2x0 Furacão.

Resultado

Com o resultado, o Athletico cai para 6ª colocação, com 23 pontos, sendo ultrapassado pelo Flamengo, com 24. O Atlético-MG ocupa a 2ª posição, com 31 pontos.

No próximo jogo, o rubro-negro irá encarar o outro xará, o Goianiense, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira (04), às 19h15. Já o alvi-negro de Minas, vai até a Arena Fonte Nova, enfrentar o Bahia, no mesmo dia, às 21h30.

 

FICHA TÉCNICA

Data: 01 de agosto de 2021 (domingo)

Horário: 16h (horário de Brasília)

Estádio: Mineirão (Belo Horizonte/MG)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro e Alex dos Santos (SC)

VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

 

Cartões amarelos: Mariano (Atlético-MG), António Oliveira (Athletico), Thiago Heleno (Athletico), Neto (Atlético-MG), Christian (Athletico), Vargas, 2x, (Atlético-MG), Erick (Athletico).

 

GOLS:

Atlético-MG: Vargas, aos 14 minutos do 2T. Neto, aos 23 minutos do 2T.

 

Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Júnior Alonso, Dodô (Calebe); Allan (Hyoran), Tchê Tchê (Eduardo Vargas), Nacho Fernández, Zaracho (Neto); Sasha (Réver) e Savarino.

Técnico: Cuca

 

Athletico: Bento; Khellven (Marcinho), Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nicolas; Richard (Erick), Leo Cittadini, Fernando Canesin (Christian), Jadson (Terans); Carlos Eduardo (Jaderson) e Renato Kayzer.

Técnico: António Oliveira

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias