Segunda, 27 de Setembro de 2021 07:04
(41) 98889-8341
Tóquio 2020 Judô

Baby e Maria Suelen perdem nas quartas e judô brasileiro vai para a repescagem

Baby enfrenta a lenda francesa Teddy Riner para seguir na busca pelo bronze. Já a Susu sentiu uma lesão nas quartas e está fora da competição

30/07/2021 01h15 Atualizada há 2 meses
Por: LEANDRO GEORGETE
Foto: Wander Roberto / COB
Foto: Wander Roberto / COB

Nesta madrugada de sexta-feira (30) os pesos pesados do judô brasileiro, Maria Suelen Altheman e Rafael Silva entraram nos tatames da Budokan para estrearem nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Infelizmente os brasileiros perderam nas quartas de final e apenas o Baby entrará em ação pela repescagem, começando a caminhada para a medalha de bronze. Maria Suelen sentiu o joelho e não lutará na próxima rodada. O bloco final, com as repescagens, semis e finais começa a partir das 5h, no horário de Brasília.

Rafael Silva de by a primeira luta e fez seu primeiro combate nas oitavas de final contra o Ushangi Kokauri, do Azerbaijão. O embate começou duro, com muita troca de pegada, que durou a metade da luta, onde Baby recebeu a primeira punição por entrada falsa. A luta seguiu franca até que o brasileiro recebeu o segundo shidô. Pendurado no combate, Rafael teve que abrir o jogo e entrar de vez na luta. E foi então que conseguiu projetar o azerbaijano por ippon e garantiu uma vaga nas quartas de final.

No confronto das quartas, Baby enfrentou o atleta da Geórgia Guram Tushishvili. Rafael novamente começou a luta sofrendo um shidô. Ele não conseguia encaixar seu judô contra o georgiano, que era mais ligeiro e colocava golpes baixos, como seoi de joelhos. Faltando um minuto o brasileiro sofreu sua segunda punição. Mais uma vez, o combate de Rafael foi para o golden e infelizmente acabou sofrendo a terceira punição e perdendo o confronto.

A repescagem será contra o bicampeão olímpico, a lenda francesa Teddy Riner, que acabou perdendo para o russo nas quartas também. Baby nunca venceu o francês em sua carreira.

Já Maria Suelen também começou sua caminhada nas oitavas, contra a eslovena Anamari Valensek, para quem já havia perdido duas vezes. Mas em Tóquio o resultado foi diferente. Susu conseguiu impôr seu judô na luta e aplicou três punições na adversária, a eliminando e se classificando para as quartas de final.

Na rodada seguinte, valendo uma vaga na semi-final, Susu pegou a dura francesa, Romane Dicko, de 21 anos. Porém, depois de um confronto aberto e muito disputado no começo, Maria Suelen acabou sentindo o joelho na queda e perdeu a luta.

Em nota pelo Twitter, a Confederação Brasileira de Judô informou que Maria Suelen não disputará a repescagem. Confira a nota na íntegra.

"Maria Suelen Altheman sentiu lesão no joelho esquerdo durante o combate de quartas-de-final contra a Romane Dicko e, após avaliação do departamento médico da seleção, não terá condições de lutar a repescagem. Ela passará por exames de imagem ainda nesta sexta, 30, em Tóquio."

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias