Segunda, 27 de Setembro de 2021 06:54
(41) 98889-8341
Futebol Brasileirão 2021

Athletico volta a vencer no brasileiro e se mantém na briga pra chegar ao G4

Após 3 partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Furacão se recupera a forma e vence o Internacional dentro de casa

25/07/2021 18h23 Atualizada há 2 meses
Por: GUILHERME DIAS
Foto: José Tramontin
Foto: José Tramontin

No final da tarde deste domingo (25), na Arena da Baixada, em Curitiba, o Athletico Paranaense recebeu o Internacional, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2021. Em um jogo tenso e complicado, o rubro-negro soube aproveitar suas chances de ataque e venceu o colorado por 2x1, ficando a 1 ponto do G4.

Após ficar 3 jogos sem vencer no brasileirão, o Furacão conseguiu retomar seu bom futebol  na última partida, pela Sul-Americana, e manteve a performance contra o Inter, para voltar a vencer na competição. Já o Inter, que veio de derrota e eliminação na Libertadores, diante do Olímpia, amargou a sua segunda derrota seguida.

O Jogo

A partida começou meio morna, com as duas equipes se estudando e tentando encontrar o melhor espaço para atacar. A primeira chegada foi da equipe gaúcha, aos 6 minutos, com Yuri Alberto. Aos 10 minutos, Matheus Babi e Heitor se chocaram no campo de defesa do Inter, o árbitro deu amarelo ao atacante athleticano, que ainda se machucou no lance, e teve que ser substituído por Renato Kayzer.

Após os 20 minutos, a partida começou a engrenar e o Athletico começou a gostar da partida, Terans recebeu a bola na intermediária e chutou com perigo a direita de Daniel. O Internacional respondeu aos 30, em um belo cruzamento de Edenilson, na cabeça de Caio Vidal, que mandou pra fora. 

Uruguaio que faz diferença

Aos 34 minutos, em uma saída errada do Inter, Terans recuperou a bola e foi derrubado a 1 passo da linha da grande área. Na cobrança de falta, o próprio Terans bateu com capricho, no ângulo esquerdo do goleiro, abrindo o placar na Arena. Furacão 1x0. Esse foi o primeiro gol de falta do uruguaio e o primeiro do rubro-negro após 1 ano e 10 meses, o último havia sido marcado no dia 29 de setembro de 2019, contra a Chapecoense, também na Arena.

O colorado não se intimidou com o gol e foi pra cima, em busca do empate. Aos 39, Yuri Alberto recuperou a bola na intermediária e chutou forte, Bento defendeu em dois tempos. Um minuto depois, em um belo contra-ataque, Caio Vidal recebeu na esquerda, puxou pro meio e meteu um chutaço no ângulo, para empatar a partida.

Polêmica envolvendo VAR

O lance, porém, foi revisado pelo VAR, e o árbitro Thiago Luis Scarascati foi chamado ao vídeo. Os jogadores do Inter se revoltaram e iniciaram um princípio de confusão, Thiago Galhardo levou amarelo no banco. Após 3 minutos de checagem, o juiz constatou falta em Vitinho, no início da jogada, anulando o gol, causando mais confusão no banco de reservas. 

O Athletico, que não tinha nada a ver com isso, se aproveitou do nervosismo do adversário e foi pra cima, em busca do segundo gol. Até que aos 47 minutos, o rubro-negro saiu jogando de pé em pé e iniciou o contra-ataque com Vitinho. O atacante encontrou Nicolas na esquerda, que cruzou pra área, o zagueiro Victor Cuesta rebateu mal, para o meio da área, e Vitinho aproveitou, mandando uma bomba para o fundo da rede do Inter. Furacão 2x0.

2ª etapa

No segundo tempo, o Inter voltou com mais vontade. Logo aos 2 minutos, Boschilia fez avançou pelo meio e arriscou um belo chute, a bola explodiu na trave. Aos 9, Yuri Alberto recuperou a bola no meio e tentou outro chute forte, Bento segurou firme a bola, para tranquilizar a equipe. O Athletico então saiu para o ataque, aos 11, Nikão recebeu na direita, escapou da marcação e bateu no cantinho, Daniel se esticou todo para mandar para escanteio.

Inter busca e iguala o placar 

Diego Aguirre decidiu mexer no time aos 15 minutos e colocou em campo Thiago Galhardo e Palacios no lugar de Maurício e Caio Vidal. A substituição fez efeito e dois minutos depois, Yuri Alberto tentou uma jogada no ataque, Nicolas caiu e colocou a mão na bola, pênalti para o Inter. Na cobrança, Edenilson colocou no cantinho esquerdo, diminuindo o placar. Athletico 2x1 Internacional.

Com a diferença de apenas 1 gol, o colorado se jogou ao ataque. Thiago Galhardo recebeu cruzamento de Boschilia e mandou para fora. O inter seguia no ataque, em dois lances, Edenilson chegou com perigo ao gol de Bento, mas não conseguiu acertar o gol. 

O técnico António Oliveira acionou o banco e promoveu 3 alterações na equipe. Primeiro com Fernando Canesin no lugar de Terans, depois com Erick e Zé Ivaldo e Khellven nas posições de Christian, Vitinho e Marcinho. Aguirre respondeu trocando um atacante por outro, Vinícius Melo entrou para saída de Yuri Alberto.

Pressão até o fim

O árbitro determinou 5 minutos de acréscimos. E foi pressão até o final, ataque contra defesa, o rubro-negro seguia fechado, enquanto o colorado atacava. Aos 49, em um princípio de confusão, Moisés caiu no chão com Nikão e tentou chutar o atleta athleticano, o juiz conteve os atletas e mandou o jogo seguir. Não restando tempo para mais nada, o árbitro pediu a bola e pois fim de papo na partida. Athletico 2x1 Internacional.

Resultado

Com o resultado, o Furacão se mantém na 5ª colocação, com 23 pontos, ficando a 1 ponto do Bragantino, que abre o G4, com 24 pontos. O Inter ocupa a 13ª posição, com 14 pontos. 

A próxima partida do Athletico é quarta-feira (28), às 16h, pela Copa do Brasil, contra o xará Goianiense, em Curitiba. Já a equipe do Internacional, enfrenta o Cuiabá, no sábado (31), pelo Campeonato Brasileiro. 

 

FICHA TÉCNICA 

Data: 25 de julho de 2021 (terça-feira)

Horário: 18h15 (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

 

Cartões amarelos: Matheus Babi (Athletico), Vitinho (Athletico), Thiago Galhardo (Internacional), Diego Aguirre (Internacional), Yuri Alberto (Internacional), Boschilia (Internacional), Bento (Athletico), Renato Kayzer (Athletico)

 

GOLS:

Athletico: David Terans, aos 36 minutos do 1T. Vitinho, aos 47 minutos do 1T.

Internacional: Edenilson, aos 19 minutos do 2T.

 

Athletico: Bento; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Christian (Erick), Leo Cittadini, Terans (Fernando Canesin), Nikão; Vitinho (Zé Ivaldo) e Matheus Babi (Renato Kayzer).

Técnico: António Oliveira

 

Internacional: Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Victor Cuesta, Moisés; Rodrigo Dourado, Edenílson, Maurício (Thiago Galhardo), Boschilia (Juan Cuesta); Caio Vidal (Palacios) e Yuri Alberto

Técnico: Diego Aguirre

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias