Quarta, 27 de Outubro de 2021
21°

Céu encoberto

Curitiba - PR

Campeonato Brasileiro Série B

Coritiba vence o Sampaio Corrêa fora de casa e segue na cola do líder

Após susto no fim do primeiro tempo, o Coxa fez uma ótima segunda etapa e firmou o placar no Castelão

16/07/2021 às 23h30 Atualizada em 16/07/2021 às 23h32
Por: LEANDRO GEORGETE
Compartilhe:
Foto: Divulgação / Twitter Coritiba Foot Ball Club
Foto: Divulgação / Twitter Coritiba Foot Ball Club

Mais três pontos na bagagem e vitória do Coritiba em cima do Sampaio Corrêa por 3 a 2. Com a vitória a equipe paranaense se manteve na segunda colocação, e colado no Náutico, mesmo com um jogo a menos. O Sampaio acabou perdendo o jogo e a chance de assumir a vice-liderança da competição, na partida que era uma briga direta pelo segundo lugar.

 

O Coritiba estava a oito jogos invictos e vinha de dois empates seguidos, contra o Cruzeiro e contra o Vasco. Gustavo Morínigo mexeu na equipe, tirou Matheus Sales e colocou Willian Farias, que se recuperou das dores nas costas. Além dessa mudança, o técnico contou com a volta de Waguininho, que substituiu Gustavo Bochecha que se lesionou na última rodada.

 

O Sampaio ficou sete rodadas no G-4 para o acesso à série A e com a derrota caiu momentaneamente para o 5º lugar.  No último jogo tinha empatado com o Vitória nos acréscimos. Com os desfalques do zagueiro Joécio e do volante Eloir, o time maranhense não conseguiu manter o 100% de aproveitamento no Castelão. 

 

O jogo: 

O Sampaio Corrêa iniciou a partida tocando a bola tranquilamente e com paciência. Nos minutos iniciais, os dois times estavam mais calmos e se estudaram bastante. Aos 4 minutos a primeira chance da partida. Pimentinha cruzou na medida para Ciel. O atacante do Sampaio subiu e cabeceou por cima do travessão.

 

O Coritiba até chegou mais vezes no ataque, mas a grande chance veio aos 11 minutos com a falta sofrida por Léo Gamalho, bem pertinho da área. O volante Val bateu firme e por baixo da barreira para abrir o placar no Castelão. Coxa 1 a 0.

 

Atrás do placar, o Sampaio começava a tentar encontrar espaços, mas sem sucesso. O Coxa marcava muito bem e quando conseguia roubar, armava rapidamente o contra-ataque. 

 

O Coritiba começou a desacelerar o jogo e rodava a bola tranquilamente na defesa e no ataque também. Mais ou menos aos 23 minutos, o time visitante teve três escanteios em sequência, mas não conseguiu ampliar o placar. Quando conseguiu recuperar e segurar mais a bola, o time mandante chegou ao ataque. Aos 33 minutos Luis Gustavo recebeu a bola na lateral e cruzou na segunda trave. Jean Silva chegou cabeceando forte, mas para a linha de fundo. O Sampaio atacava mais pelo lado esquerdo da defesa, forçando o 1x1 com Pimentinha contra Guilherme Biro. 

 

Aos 37 minutos veio mais um ótimo momento dos curitibanos. Novamente em bola parada, Robinho colocou dentro da área e quem desviou para o próprio gol foi o zagueiro Paulo Sérgio. Coxa ampliava o placar e parecia que iria mais tranquilo para o vestiário.

 

Nada disso! Aos 43 Pimentinha fez ótima jogada pela direita, entrou na área e cruzou para Ciel. O atacante dominou meio “sem querer”, e Ferreira chegou batendo firme no canto. Gol do Sampaio que diminuiu o placar antes mesmo do intervalo e acordou para o jogo. 

 

Na volta para o segundo tempo o Sampaio até esboçou uma reação no jogo, mas logo depois, em um contra-ataque Igor Paixão recebeu a bola, carregou até a área e foi derrubado em dividida com Luis Gustavo. O juiz apontou para a marca da cal e deu pênalti para o Coritiba. Jogadores sampaínos reclamaram que foi fora da área, mas como não há Var na Série B, se manteve a decisão final do árbitro. Durante a confusão da arbitragem expulsou o Luis Gustavo, por achar que já teria recebido o cartão amarelo no jogo, mas voltou atrás ao perceber o erro, e deixou apenas o amarelo. Léo Gamalho, que não tinha nada a ver no lance, foi para a bola e bateu forte, no canto e ampliou o placar em São Luís, aos 12 minutos da segunda etapa. 

 

A partir desse momento a partida ficou mais tenso, com faltas mais duras, principalmente do lado da Bolívia Querida. Como o Coxa recuou um pouco o time, o Sampaio chegava mais vezes ao ataque. Aos 28 minutos, em jogada ensaiada na falta, Ciel bateu colocado, mas por cima do travessão. Logo após entrar na partida, o atacante Roney recebeu o cruzamento de Watson e cabeceou firme para a grande defesa do goleiro Wilson. 

 

O Coritiba teve a grande chance de ampliar e fazer o quarto gol no jogo com Igor Paixão. Novamente no contra-ataque, mas dessa vez sem pênalti, o atacante Alviverde ficou cara a cara com o goleiro e chutou cruzado. Mesmo em dois tempos, Mota conseguiu segurar a bola. 

 

O Tricolor de Aço até apertou, atacou e tentou buscar o segundo gol e chegar mais perto do empate. Mas o Coxa segurava e freava os avanços do Sampaio. No fim do jogo, quando ficou com a bola, tocava de lado para passar o tempo.

 

No último minuto, o Sampaio teve a chance de descontar o placar com um pênalti cometido por Igor. Jefinho na cobrança, bateu firme na gaveta. Wilson de um lado e bola do outro. Após o gol, o árbitro encerrou a partida. Final Sampaio 2x3 Coritiba.

 

O Coritiba volta a campo no Couto Pereira, pela 13ª rodada da Série B, na quinta-feira (22) contra o CRB, às 19h. Já o Sampaio Corrêa vai até Campinas enfrentar o Guarani no Brinco de Ouro, às 19h da terça-feira (20).

 

Ficha Técnica Sampaio Corrêa 2 x 3 Coritiba

Data: 16 de julho de 2021 (Sexta-feira)

Local: Estádio Castelão - São Luís/MA.

Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF).

Assistentes: Lehi Sousa Silva (DF) e Lucas Costa Modesto (DF).

Quarto árbitro: Maykon Matos Nunes (MA).

Escalações

Sampaio Corrêa: Mota; Luís Gustavo (Watson), Paulo Sérgio, Nilson Júnior e Zé Mario; Pablo (Romarinho), Ferreira e Nadson (Jefinho); Pimentinha, Jean Silva (Roney) e Ciel (Gui Campana).

Cartões amarelos: Paulo Sérgio, Roney, Luis Gustavo, Pimentinha, Watson.

Cartões vermelhos: Luiz Daniel (no banco).

Gols: Ferreira aos 43 minutos do 1T; Jefinho (pênalti) aos 53 minutos do 2T.

Técnico: Felipe Surian.

Coritiba: Wilson; Natanael (Romário), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val (Igor) e Robinho (Matheus Sales); Waguininho, Igor Paixão (Dalberto) e Léo Gamalho (William Alves).

Cartões amarelos: Robinho;

Gols: Val aos 11 minutos do 1T; Paulo Sérgio (contra) aos 37 minutos do 1T; Léo Gamalho (pênalti) aos 12 minutos do 2T.

Técnico: Gustavo Morínigo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias