Segunda, 29 de Novembro de 2021
20°

Nevoa úmida

Curitiba - PR

Anúncio
Futebol Brasileirão 2021

No último minuto, Athletico leva gol de empate e perde a chance de assumir liderança do campeonato

Mesmo com empate, com o time titular, o Furacão mantém o 100% de aproveitamento em casa com seis vitórias e dois empates.

27/06/2021 às 21h24 Atualizada em 27/06/2021 às 22h09
Por: GUILHERME DIAS
Compartilhe:
Foto: Robson Mafra
Foto: Robson Mafra

Na noite deste domingo (27), Athletico e Chapecoense se enfrentaram pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro 2021, na Arena da Baixada, em Curitiba. Após virar o jogo, a equipe rubro-negra levou o empate no último minuto, com gol de ex, perdendo a chance de virar líder do campeonato.

Mesmo com empate, com o time titular, o Furacão mantém o 100% de aproveitamento em casa com seis vitórias e dois empates. Na partida deste domingo, somente o técnico António Oliveira, suspenso, não esteve à beira do gramado. 

 

Athletico 2 x 2 Chapecoense

O jogo começou mornas, as duas equipes procuraram muito pouco o gol. Jogando no mesmo sistema, e priorizando muito a marcação, os dois times deram somente 5 chutes em direção do gol. 

A emoção só começou a aparecer, quando aos 25 minutos, em uma chegada da chape, Fernandinho chutou de fora da área, a bola desviou em Christian e subiu. O goleiro Santos esperou a bola cair despretensiosamente e Ignácio se aproveitou da situação, desviando a bola e abrindo o placar. 1x0 Chape.

O rubro-negro foi pra cima, em busca do empate, mas a equipe catarinense marcava bem. Aos 33 minutos, Terans brigou pela bola na intermediária e chutou, João Paulo encaixou firme defesa. Até que aos 36 minutos, em um lindo lançamento de Pedro Henrique, Khellven recebeu pela direita, invadiu a área, driblou o zagueiro e bateu forte, a bola ainda desviou em Felipe Santana e morreu no fundo da rede do goleiro da Chape. Empate do Furacão em 1x1.

No segundo tempo, o Athletico voltou disposto a buscar a virada. Logo com 2 minutos, em cruzamento da direita, Babi subiu e testou fraco para defesa do goleiro. Aos 4 veio a resposta da Chape, em uma falha de Pedro Henrique, Fernandinho roubou a bola e invadiu a área, mas chutou pra fora.

Aos 6 minutos, Terans fez linda jogada pela direita e cruzou na medida para Babi, que cabeceou com muito perigo pra fora. Com 11 minutos, Furacão de novo, dessa vez em jogada de Vitinho, o cruzamento veio rasteiro e João Paulo espalmou pro meio da área. Terans pegou o rebote e bateu uma bomba na trave.

Até que a blitz surgiu efeito, aos 14 minutos, escanteio pro Furacão, Terans cruzou, Thiago Heleno se antecipou no primeiro pau e subiu la no 3º andar para testar no canto do goleiro João Paulo, que se esticou todo, mas não alcançou. Virada do Athletico, 2x1.

Com 23 minutos, o técnico Jair ventura fez duas mudanças, colocando Perotti e Felipe Baxola no lugar de Anselmo Ramon e Mancha, mas quem atacava mais ainda era o Athletico. Aos 27 minutos, Khellven deu uma de ladrão e ganhou na direita e cruzou na medida para Babi, que cabeceou pra fora.

Em uma sequência de trocas, Bruno Lazaroni resolveu mexer no time e colocou Erick para jogar no lugar de Christian. Jair Ventura respondeu imediatamente, colocando Kaio no lugar de Fernandinho e o ex-athleticano Geuvânio no lugar de Mike. E novamente Lazaroni mexeu colocando Jadson na posição de Terans.

A equipe de Santa Catarina só voltou a oferecer perigo aos 32 minutos, em que Santos apareceu para fazer um milagre, mas não valia nada, e aos 35, com Felipe Baxola em um chute da intermediária, com perigo, pra fora. O técnico rubro-negro foi para suas últimas alterações aos 38 minutos, colocando Kayzer no lugar de Babi, que pediu pra sair, e Carlos Eduardo no lugar de Vitinho.

Quando o jogo parecia resolvido e dominado pelo Athletico, veio a ducha de água fria. Aos 49 minutos, Kaio avançou pela direita e fez a inversão, Geuvânio, o atacante dominou dentro da área e chutou cruzado, empatando a partida. Não restando tempo para mais nada, o árbitro gaúcho apitou o final de jogo. Athletico 2x2 Chapecoense.

Com o resultado, o Athletico permanece na 2ª posição do campeonato, com 13 pontos, e a Chapecoense amarga a penúltima posição, com apenas 4 pontos. O próximo das duas equipes será fora de casa, o rubro-negro vai até o Rio de Janeiro, enfrentar o Fluminense, no Maracanã. Já a equipe alvi-verde, vai até o Ceará, enfrentar o Fortaleza, no Castelão.

 

FICHA TÉCNICA

 

Data: 27 de junho de 2021 (domingo)

Horário: 20h00 (horário de Brasília)

Estádio: Arena da Baixada (Curitiba/PR)

Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

 

Cartões amarelos: Lima (Chapecoense), Zé Ivaldo (Athletico)

 

GOLS:

Athletico: Khellven, aos 36 minutos do 1T. Thago Heleno, aos 14 minutos do 2T.

Chapecoense: Ignácio, aos 25 minutos do 1T. Geuvânio, aos 49 minutos do 2T.

 

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno, Zé Ivaldo; Khellven, Christian (Erick), Cittadini, Abner; David Terans, Vitinho e Matheus Babi.

Técnico: Bruno Lazaroni

 

Chapecoense: João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Felipe Santana, Derlan; Lima, Mancha (Felipe Baxola), Fernandinho (Kaio),  Ravanelli, Mike (Geuvânio) e Anselmo Ramon (Perotti).

Técnico: Jair Ventura

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias