Sexta, 30 de Julho de 2021 22:29
(41) 98889-8341
Futebol Copa América

Brasil vence a Venezuela e começa a Copa América com o pé direito

Com ótima atuação de Neymar, a seleção lidera o grupo B e comemora bom início para conquistar o décimo título da competição

13/06/2021 20h41
Por: LEANDRO GEORGETE
Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O Brasil estreou bem e com vitória na Copa América contra a desfalcada seleção venezuelana, que teve um surto de Covid-19 no elenco. No jogo da noite deste domingo (13) no Mané Garrincha, em Brasília, a seleção brasileira venceu por 3 a 0, com grande atuação de Neymar, que participou dos três gols. Com a vitória, o Brasil lidera momentaneamente o grupo B, com três pontos e um ótimo saldo de gols.

 

O jogo:

 

A partida começou com a bola no pé da Venezuela, mas logo o Brasil buscou o jogo. A seleção adversária procura ficar mais recuada com uma linha de cinco e meias mais fechados. Aos sete minutos, Richarlison teve uma boa chance em escanteio batido por Neymar. O camisa sete brasileiro subiu mais que os zagueiros e cabeceou para o lado. Por pouco Gabriel Jesus não empurrou para o gol antes de sair pela linha de fundo. 

 

Logo depois, aos nove minutos, Neymar deu belo passe para Richarlison, que dessa vez chutou para o gol, mas o goleiro Graterol defendeu e jogou para escanteio. Na sequência, Renan Lodi jogou a bola dentro da área e Éder Militão subiu desviando a bola para fora. 

 

Na próxima chance, o Brasil acertou o alvo e abriu o placar com Marquinhos. Neymar cobrou escanteio que desviou no meio do caminho e sobrou para o zagueiro do PSG, que empurrou para o fundo das redes e marcou o primeiro gol do campeonato. Esse foi o terceiro gol do zagueiro em 54 jogos pela amarelinha. O segundo gol chegou a sair alguns minutos depois, mas Richarlison estava impedido quando recebeu a bola lançada por Neymar. 

 

Aos 29 minutos o Brasil teve mais uma ótima chance de fazer o gol. Militão fez lindo lançamento para Neymar, que dominou, driblou o zagueiro e finalizou tirando tinta da trave. A seleção fazia um grande jogo no Mané Garrincha e o camisa 10 era o principal destaque da partida. O primeiro tempo foi mais controlado a partir de então, com mais finalizações brasileiras (9 a 3) e mais posse de bola também (62% x 38%). 

 

Na segunda etapa, o Brasil continuou indo para cima logo nos primeiros minutos. No segundo minuto, Neymar cruzou da esquerda para dentro área e Richarlison subiu cabeceando por cima do gol. Minutos depois foi a vez de Neymar quase ampliar o marcador. Gabriel Jesus tabelou com Everton Ribeiro e cruzou na área, mas o craque brasileiro chegou um pouquinho atrasou e desviou a bola para fora. 

 

A Venezuela, que não trocou muitos passes no primeiro tempo, tentava avançar no campo de defesa brasileiro tocando de lado a lado tentando abrir espaços, mas a defesa do Brasil era mais eficiente e sempre conseguia cortar ou até mesmo roubar a bola. Sem grandes sustos ou jogadas perigosas para a seleção que jogava em casa.

 

Aos 16 minutos, Danilo recebeu a bola, driblou o zagueiro e foi derrubado dentro da área por Mago. Pênalti para o Brasil. Na cobrança, Neymar só deslocou o goleiro e colocou para dentro do gol, ampliando o placar em Brasília e igualando Ronaldo Fenômeno com 67 gols com a amarelinha. 

 

O jogo foi seguindo morno, com o placar quase que definido, já que o Brasil não sofria com os ataques da seleção venezuelana. Aos 43 saiu o último gol brasileiro na noite. Em linda jogada, Neymar driblou o goleiro, chegou perto da linha de fundo e cruzou para Gabigol, que com o gol aberto, estufou o peito e só encostou na bola para decretar a vitória da seleção na estreia da Copa América.

 

As duas seleções voltam a jogar pelo torneio na segunda rodada, na próxima quinta-feira (17). A Venezuela enfrenta a Colômbia no Olímpico, em Goiânia às 18h. Já o Brasil vai até o Nilton Santos para jogar contra o Peru, às 21h.

 

Ficha Técnica Brasil 3 x 0 Venezuela 

Data: 13 de junho de 2021 (Domingo)

Local: Estádio Mané Garrincha - Brasília

Árbitro: Esteban Otojich (Uruguai)

Escalações

Brasil: Alisson; Danilo; Éder Militão; Marquinhos; Renan Lodi (Alex Sandro); Casemiro; Fred (Fabinho); Lucas Paquetá (Everton Ribeiro); Neymar; Richarlison (Gabriel Barbosa) e Gabriel Jesus (Vinicius Junior).

Cartões amarelos: Renan Lodi e Gabriel Barbosa.

Gols: Marquinhos aos 22 do 1T; Neymar aos 18 do 2T e Gabriel Barbosa aos 43 do 2T.

Venezuela: Graterol; Alex González (Hernández); Cumana; Luis Martínez; Pino Mago; Manzano (Richard Celis); Moreno; José Martínez; La Mantía; Casseres (Edson Castillos) e Aristeguieta (Córdova).

Cartões amarelos: Pino Mago e Manzano.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias