Terça, 15 de Junho de 2021 10:07
(41) 98889-8341
Judô Mundial de judô

Ketleyn Quadros perde na disputa do bronze e o Brasil fica mais um dia sem medalhas

Judocas brasileiros passaram em branco mais uma vez no Mundial de Judô

09/06/2021 12h33 Atualizada há 6 dias
Por: LEANDRO GEORGETE
Foto: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br
Foto: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Mais um dia sem medalhas para o Brasil no mundial de judô. Guilherme Schimidt, Alexia Castilhos, Eduardo Yudi e a experiente Ketleyn Quadros foram os representantes do país nesta quarta-feira (09). O melhor resultado foi de Ketleyn que chegou a disputar o bronze e acabou perdendo ficando em 5º lugar no mundial.

Começando pelos homens, Guilherme Schimidt, estreante em Mundiais sênior, o garoto de 20 anos fez sua primeira luta contra o alemão Dominic Ressel, mas acabou sofrendo o wazari no início do golden score. Já Eduardo Yudi começou muito bem o campeonato. No seu primeiro combate venceu por ippon Baker Alzidaneen, da Jordânia. Na segunda rodada passou pelo sul-coreano Sungho Lee, derrubando de wazari no golden score e garantindo uma vaga nas oitavas de final. Nesta fase, Yudi não conseguiu passar do número um do mundo, o alemão Matthias Casse, caindo de ippon faltando pouco menos de dois minutos para acabar a luta. 

Pelas mulheres, a Alexia Castilhos foi a primeira brasileira a entrar em ação no dia de hoje. Passou fácil e por ippon pela primeira rodada, contra a britânica Amy Livesey. Na segunda luta, ela enfrentou Kiyomi Watanabe, das Filipinas e acabou derrubando de wazari faltando um minuto e meio para o fim do combate, segurando a luta até o fim. Nas oitavas de final, Alexia acabou sendo projetada por ippon pela cubana Maylin Del Toro Carvajal.

O melhor resultado veio com a medalhista olímpica em Pequim, Ketleyn Quadros. A judoca ganhou sua primeira luta pelas três punições recebidas pela atleta do Kosovo, Laura Fazliu. Nas oitavas de final enfrentou a norte-americana Alisha Galles, onde venceu por ippon. Ketleyn foi parada nas quartas pela eslovena Andreja Leski, que conseguiu dois wazaris e venceu a luta. Já na repescagem, a brasileira venceu rapidamente por ippon a atleta da casa, Szofi Ozbas. Na disputa pelo terceiro lugar a brasileira enfrentou a holandesa Sane Vermeer, o duelo foi bem disputado e a Ketleyn começou bem projetando a adversária de waza-ari, mas logo a oponente empatou o duelo e em seguida derrubou novamente a brasileira, faturando o bronze e deixando o Brasil em 5º lugar.

Amanhã (10), o Brasil será representado por Rafael Macedo e Maria Portela, ambos da categoria médio, estão bem colocados no ranking e buscam terminar a classificação para os Jogos Olímpicos entre os oito primeiros do ranking, para assim serem cabeças de chave na competição.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias