Terça, 15 de Junho de 2021 10:05
(41) 98889-8341
Judô Campeonato Mundial

Larissa Pimenta perde na segunda rodada mas confirma vaga nas Olimpíadas

Apesar da classificação, a brasileira não vai conseguir se cabeça de chave na competição

07/06/2021 11h03 Atualizada há 1 semana
Por: LEANDRO GEORGETE
Foto: IJF/Emanuele Di Feliciantonio
Foto: IJF/Emanuele Di Feliciantonio

A única brasileira a entrar em ação hoje (07) nos tatames do Mundial de Judô, em Budapeste, na Hungria, foi a Larissa Pimenta, na categoria até 52kg, mas acabou parando nas oitavas de final. Com esse resultado ela confirmou a classificação para os Jogos Olímpicos, mas não conseguiu o objetivo de ser cabeça de chave na competição.

 

Larissa estreou no Mundial contra a holandesa Naomi Van Kreme, onde conseguiu um wazari e avançou para as oitavas de final. Em sua segunda luta, a brasileira encarou a dura israelense Gefen Primo, número 15 do mundo e acabou perdendo de ippon. A judoca entrou agora neste último campeonato pré-olimpíadas na 11ª posição no ranking. O principal objetivo era a boa colocação para ser uma das oito primeiras do ranking e ser cabeça de chave nos Jogos. Assim ela evitaria os confrontos mais difíceis antes das quartas de final.

 

Daniel Cargnin, da categoria até 66kg, que iria entrar em ação hoje no Mundial, acabou testando positivo para Covid-19 antes de embarcar para a competição. No lugar dele, a comissão técnica convocou Guilherme Schimidt, da categoria até 81kg. 

 

Nesta terça-feira (08) Ketelyn Nascimento e Eduardo Barbosa sobem nos tatames húngaros. Ambos lutam pela vaga olímpica, já que estão fora da zona de classificação. Ketelyn estreia contra Hadeel Elalmi, da Jordânia. Já Barbosa faz seu primeiro confronto contra Fethi Nourine, da Argélia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias