Terça, 15 de Junho de 2021 10:06
(41) 98889-8341
Seleção Brasileira Eliminatórias

Brasil vence Equador, mantém invencibilidade e se isola na liderança das Eliminatórias

Em semana tensa, seleção sofre no primeiro tempo, se acerta no segundo e consegue a quinta vitória em cinco jogos

05/06/2021 00h05 Atualizada há 1 semana
Por: LEANDRO GEORGETE
Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Nesta sexta-feira a seleção brasileira derrotou o Equador em partida válida pela sétima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo, no estádio do Beira Rio, em Porto Alegre. Com gols de Richarlison e Neymar, os dois no segundo tempo, a seleção manteve os 100% de aproveitamento e se isolou na liderança na caminhada rumo a Copa do Mundo.

O JOGO: 

O jogo começou e teve um primeiro tempo bem morno. Mesmo com uma maior posse de bola, a seleção brasileira não conseguia converter em finalizações no gol. Nos primeiros 10 minutos o Brasil tinha 79% da bola nos pés, mas nenhum chute. A primeira chance veio aos 19 em falta cruzada de Neymar para dentro da área e Richarlison tentou dar um leve toque na bola para a defesa do goleiro Domínguez. 

 

A seleção pressionava a saída do Equador, mas sofria para encontrar espaços na defesa. Quando encontrava algum espaço, era nas pontas. E foi nas pontas que quase saiu o primeiro gol brasileiro na noite aos 41. Neymar lançou Danilo pelo lado direito que carregou e cruzou para o meio da área. Gabigol chegou chutando para o fundo da rede, mas o gol não valeu já que o atacante do Flamengo estava à frente da linha da bola. Logo depois, aos 43, outra chance brasileira com Neymar, que dominou a bola na intermediária e soltou a bomba para a defesa do goleiro. 

 

O primeiro tempo terminou com 3 finalizações do Brasil, contra apenas uma da seleção equatoriana. Na posse de bola os mandantes também tiveram vantagem, com 68% contra 32%.

 

A segunda etapa começou diferente para a equipe brasileira. Conseguia infiltrar pela defesa, mas não finalizava. A partir do momento em que Tite mexeu no time e colocou Gabriel Jesus no lugar de Fred, recuando Paquetá e colocando o Neymar mais centralizado, o time começou a melhorar e criar mais chances.

 

Aos 19, em dividida no meio, Neymar roubou a bola, se aproximou da área e tocou para Richarlison que meteu a bomba para o fundo das redes. 1 a 0 para a seleção brasileira. O gol parece ter aliviado um pouco a pressão do time, que começou a se soltar mais no ataque e criar mais volume perto da área. No minuto 26, na jogada de xarás, Jesus toca em profundidade para dentro da área para Gabigol que chegou chutando, mas Domínguez esticou o pé e fez grande defesa. Logo depois novamente Gabigol perdeu uma chance incrível em cruzamento feito por Richarlison. Em cabeçada, o atacante colocou a bola para fora. 

 

Perto dos 40 minutos, em jogada confusa dentro da área, Gabriel Jesus sofreu falta de Preciado, mas precisou da confirmação do Var para a marcação do pênalti. Na batida Neymar chuta fraco no canto direito do goleiro e vê Domínguez defender com facilidade. Mas novamente o Var entrou em ação, e dessa vez para ver o goleirão equatoriano se adiantando. Na volta da cobrança, Neymar empurrou a bola para o canto esquerdo e liquidou a partida em 2 a 0 para o Brasil. 

 

A seleção brasileira lidera as Eliminatórias com 15 pontos e quatro pontos a frente da Argentina, que fica com a segunda colocação. O próximo jogo para o Brasil acontece na terça-feira (08), em Assunção contra o Paraguai. Já o Equador, no mesmo dia, recebe em casa a seleção peruana. 

 

Ficha técnica Brasil 2 x 0 Equador

Data: 04 de junho de 2021(sexta-feira)

Local: Estádio Beira Rio, Porto Alegre - Brasil

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

Cartões Amarelos: Brasil: Fred, Éder Militão. Equador: Ángelo Preciado, Valencia, Ayrton Preciado, Domínguez.

Gols:

Brasil: Richarlison ao 19 do 2T e Neymar de pênalti aos 48 do 2T.

Escalações:

Brasil: Alisson; Danilo; Éder Militão; Marquinhos; Alex Sandro; Casemiro; Fred (Gabriel Jesus); Lucas Paquetá; Richarlison (Fabinho); Gabriel Barbosa (Roberto Firmino) e Neymar.

Equador: Domínguez; Ángelo Preciado; Arboleda; Arreaga; Estupiñán; Franco; Jhegson Méndez (Estrada); Gruezo; Mena; Ayrton Preciado (Fidel Martínez) e Valencia (Jordy Caicedo).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias