Terça, 15 de Junho de 2021 10:12
(41) 98889-8341
Judô Judô

Seleção brasileira de judô disputa o Grand Slam de Kazan a partir desta quarta-feira

Equipe terá 19 representantes na penúltima competição classificatória para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020

05/05/2021 17h11 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Fonte: Confederação Brasileira de Judô
Foto: Divulgação /CBJ
Foto: Divulgação /CBJ

Após dez dias de preparação no camping promovido pela CBJ em Pindamonhangaba, a seleção brasileira de judô disputará, na Rússia, a partir desta quarta-feira, 05, o Grand Slam de Kazan, penúltima etapa do circuito mundial classificatória para Tóquio 2020. A última será o Mundial, em junho. Em jogo, os mil pontos da medalha de ouro que podem valer muito na corrida por uma vaga olímpica para os 19 brasileiros que lutarão em solo russo. Assista ao vivo no site da IJF (clique aqui).

No primeiro dia de competição, o Brasil terá sete atletas no tatame da Tatneft Arena: Eric Takabatake (60kg/ECP), Daniel Cargnin (66kg/Sogipa), Willian Lima (66kg/ECP), Gabriela Chibana (48kg/ECP), Nathália Brígida (48kg/Sogipa), Jéssica Pereira (57kg/Reação) e Ketelyn Nascimento (57kg/ECP).  

Takabatake, Cargnin e Chibana são os melhores ranqueados em suas respectivas categorias e já estão na zona de classificação para Tóquio. Já Ketelyn, Jéssica e Nathália tentam buscar os pontos necessários para subir no ranking e entrar na zona de classificação.  

“Uma competição na Europa é um nível (técnico) muito maior. Mas, a minha expectativa é muito boa, principalmente por essa preparação que eu fiz em Pinda, bem voltada para competição. O meu objetivo é, realmente, chegar nos blocos finais e medalhar para aumentar meus pontos no ranking e conseguir minha vaga”, projeta Nathália Brígida, que voltou a competir em alto nível no Pan-Americano de Guadalajara, em abril, conquistou um bronze e recuperou o fôlego para buscar sua primeira participação olímpica.  

Na quinta-feira, 06, será a vez dos judocas Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg/Paineiras), Eduardo Yudy Santos (81kg/ECP), Alexia Castilhos (63kg/Sogipa), Ketleyn Quadros (63kg/Sogipa) e Maria Portela (70kg/Sogipa), todos já dentro da zona de ranqueamento olímpico. Na disputa do 63kg, Quadros tem vantagem de aproximadamente 1000 pontos sobre Castilhos.  

Por fim, na sexta-feira, 07, Kazan terá as disputas mais acirradas pelas vagas olímpicas da seleção brasileira. O único “confortável” neste dia será Rafael Macedo (90kg/Sogipa), que já está na zona de ranqueamento olímpico e não tem concorrência nacional pela vaga. Nos pesos até 100kg, +100kg e +78kg a briga segue justa entre Maria Suelen Altheman (+78kg/ECP), Beatriz Souza (+78kg/ECP), Rafael Buzacarini (100kg/Paineiras), Leonardo Gonçalves (100kg/Sogipa), Rafael Silva (+100kg/ECP) e David Moura (+100kg/Reação). Todos estão na zona de ranqueamento olímpico e caberá à CBJ, baseada nos critérios de convocação, confirmar os donos das vagas. Só vai um por país em cada categoria.  

 

Treinamento contou com apoio técnico e motivacional do medalhista olímpico Flavio Canto 

Na preparação final para o Grand Slam de Kazan, a seleção contou com o suporte técnico de um dos maiores judocas do Brasil, o medalhista de bronze em Atenas 2004, Flavio Canto. Especialista nas técnicas de solo, Canto treinou com os judocas em Pindamonhangaba durante a última semana e compartilhou seu conhecimento e experiência com os atletas.  

“A gente viveu um ano muito difícil de pandemia e, nesse sentido, a gente ficou muito distante dos europeus, que treinam com muita frequência juntos. A gente está correndo atrás desse tempo distante do judô mais parecido com o que a gente pega lá fora. E, quando a gente junta o melhor do Brasil no mesmo treino, é uma oportunidade de se aproximar desse estilo de luta que a gente está distante muito tempo em treinamento por causa da pandemia”, avaliou Flavio, evidenciando a importância do treinamento de campo na preparação para o Grand Slam de Kazan. “Foi um treinaço. O pessoal deixou o coração no tatame mesmo. Fiquei muito feliz de ver o nível de treino, de comprometimento. Acho que o caminho é esse.” 

Além dele, já participaram dos camping da CBJ outros grandes nomes do judô, como João Derly, Soraia André, Leandro Guilheiro e Luciano Corrêa. A iniciativa de aproximar da equipe os grandes ídolos  do judô nacional busca inspirar e motivar os judocas ainda mais na reta final rumo a Tóquio. 

PROGRAMAÇÃO GRAND SLAM DE KAZAN (horários de Brasília) 

QUARTA-FEIRA, 05

4h30 - Preliminares

11h00 - Finais  

ATLETAS: Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Willian Lima (66kg), Gabriela Chibana (48kg), Nathália Brígida (48kg), Jéssica Pereira (57kg) e Ketelyn Nascimento (57kg).  

QUINTA-FEIRA, 06

5H00 - Preliminares

11h00 - Finais 

ATLETAS: Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Alexia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Maria Portela (70kg) 

SEXTA-FEIRA, 07 

5H00 - Preliminares

11h00 - Finais  

ATLETAS: Rafael Macedo (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva (+100kg), David Moura (+100kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg). 

 

Fonte: CBJ

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias