Sábado, 31 de Julho de 2021 00:23
(41) 98889-8341
Esportes Fórmula 1

Inovar é preciso

F1 busca inovar para trazer emoção e competitividade ao campeonato

28/04/2021 19h28 Atualizada há 3 meses
Por: GABRIEL SAWAF
Foto: Divulgação / Fórmula 1
Foto: Divulgação / Fórmula 1

Não é de hoje que sabemos que a Fórmula 1 busca inovar para tentar atrair mais emoção, competitividade e, com isso, mais público. A chegada da Liberty Media na gerência da categoria traz o jeito típico norte-americano de trabalhar com eventos esportivos, com All Star Weekend, draft, franquias, enfim, um estilo próprio que consegue sempre manter o fã próximo. 

Na principal categoria automobilística do mundo as dificuldades são evidentes, pelo excesso de conservadorismo e também o medo de que mudanças mexam com os jardins floridos que cada um plantou. A Liberty tentou trazer o grid invertido, não deu certo, então foi a hora de trazer as corridas qualificatórias, o sprint qualifying, anunciado pela categoria na última segunda (26).

O modelo será testado em três pistas durante esta temporada (Silverstone, Monza e possivelmente Interlagos) e muda todo o cronograma do final de semana. Na sexta-feira teremos o treino livre, seguido de uma sessão qualificatória, nos moldes atuais, para definir o grid da prova do sábado. No dia seguinte, mais um treino livre e em seguida uma corrida de 100 quilômetros, sem parada obrigatória, que definirá o grid de largada da prova de domingo.

Os três primeiros receberão três, dois e um ponto, respectivamente, na classificação do campeonato e a vitória não será computada como um triunfo oficial. Caso as sprints sejam aprovadas, elas não irão preencher o calendário completo, porque seria completamente impossível isso trazer algum ponto de diferença em pistas como Mônaco.

Ainda é difícil fazer uma avaliação se isso será bom ou ruim para a Fórmula 1, só teremos essa resposta em julho. Mas já é possível levantar alguns pontos negativos, como a possibilidade de acidentes e as equipes terem mais gastos em reparos, o que incomoda principalmente as pequenas.

Por outro lado, vemos uma possibilidade de otimização da sexta-feira. O primeiro treino livre já fará as equipes pensarem na qualificação que terão nas próximas horas. No sábado, o foco da atividade pela manhã será voltado na sprint, o que tirará um foco maior no domingo, com a possibilidade de termos provas principais mais emocionantes. Além disso, o grid de largada pode nos apresentar surpresas legais de se conferir dependendo das estratégias das equipes. 

 

Independente se os resultados serão mais positivos ou negativos, algo que só poderemos avaliar a partir da pista de Silverstone, a tentativa de mudança, com precaução para não se fazer uma besteira, é bem-vinda. Aos poucos, precisamos ver uma Fórmula 1 que saiba se reinventar e consiga adaptar aquilo que possa ser mais atrativa para si e também para nós, que sempre queremos ter um produtor melhor para animar o nosso final de semana. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias