Sábado, 15 de Maio de 2021 23:45
(41) 98889-8341
Anúncio
Judô Grand Slam de Tbilis

Com Maria Portela campeã, judô brasileiro consegue quatro medalhas em Grand Slam de Tbilisi

Bom resultado do judô brasileiro no Grand Slam aumentam as expectativas para Tóquio

28/03/2021 17h03 Atualizada há 4 semanas
41
Por: Redação
Com Maria Portela campeã, judô brasileiro consegue quatro medalhas em Grand Slam de Tbilisi

Um ouro, uma prata e dois bronzes, esse foi o saldo do judô brasileiro no Grand Slam de Tbilisi, na Geórgia. A peso médio, Maria Portela se sagrou campeã após bater a russa por três punições na final. Rafael Silva acabou sendo derrubado na final pelo jovem georgiano e ficou com a prata. Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza fecharam a conta com uma dobradinha de bronze na categoria +78kg.

 

No sábado, 27, foi dia da judoca Maria Portela entrar em ação e conseguir a primeira medalha brasileira na competição. Além disso, a “raçudinha” conquistou o primeiro ouro do judô nacional no ano olímpico. A gaúcha venceu cinco lutas para conquistar seu terceiro título em Grand Slams. No primeiro combate, superou Ugne Pileckaite, da Lituânia, nos shidôs (punições). Nas oitavas, conseguiu o ippon após imobilizar Donja Vos, da Holanda. Nas quartas-de-final enfrentou Asma Alrebai, do Barein, e venceu novamente por três punições.

 

Na semi-final, Maria conseguiu um wazari no golden score contra a belga Gabriela Willems. Na grande final contra a russa Madina Taimazova, a brasileira forçou três punições na adversária para sair como campeã da competição.

 

Neste domingo, 28, o destaque brasileiro ficou nos pesos pesados, masculino e feminino. Rafael Silva, o Baby, saiu como cabeça de chave no torneio e entrou direto nas oitavas de final. Derrubou e imobilizou o uzbeque Shockruh Bakhtiyorov em sua primeira luta. Nas quartas de final enfrentou o georgiano Saba Inaneishvili, onde conseguiu anotar dois wazaris e avançar na disputa.

  

Na semifinal lutou contra o cubano Andy Granda. Mais agressivo no combate, Baby forçou as três punições de Granda, e se garantiu na final contra Gela Zaalishvili, jovem promessa da Geórgia, campeão mundial júnior e ouro no Grand Slam de Tel Aviv neste ano. Na final, Baby acabou sendo derrubado no golden score por ippon.

 

Já no pesado feminino, Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza fizeram bonito com a dobradinha no pódio. 

 

Maria Suelen passou pelas oitavas de final sem dificuldade, batendo Nazgul Maratona, do Cazaquistão. Nas quartas de final, a judoca acabou caindo de ippon para a chinesa Shiyan Xu. Na repescagem, Maria enfrentou a ucraniana Yelyzaveta Kalanina, vencendo por ippon. Na disputa por medalha, a brasileira conseguiu vencer a gigante Yan Wang, da China, por três punições. 

 

Nas preliminares, Beatriz venceu Anzhela Gasparian, da Rússia por três punições da adversária. Já nas quartas de final bateu Yelysaveta Kalanina, que perdeu a repescagem para Maria Suelen depois, por ippon. Na semifinal caiu de ippon também para a algoz de Maria Suelen, Shiyan Xu, que ficou com o ouro na final. Na disputa do bronze, a brasileira superou a israelense Raz Hershko, por ippon.

 

O próximo campeonato do judô brasileiro será o Grand Slam de Antalya, na Turquia, que vai do dia 1 ao dia 3 de abril.

 

Resultados finais no Grand Slam:

Ouro

Maria Portela (-70kg)

 

Prata

Rafael Silva (+100kg)

 

Bronze

Beatriz Souza (+78kg)

Maria Suelen Altheman (+78kg)

 

5º lugar

Larissa Pimenta (-52kg)

 

7º lugar

Ketelyn Nascimento (-57kg)

Ketleyn Quadros (-63kg)

 

Foto:  Marina Mayorova

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias