Sábado, 15 de Maio de 2021 23:07
(41) 98889-8341
Anúncio
Geral Coritiba

Coritiba sofre virada no segundo tempo e se complica no Brasileirão

Na noite deste sábado (19) no Couto Pereira, Coritiba e Botafogo se enfrentaram pela 26ª rodada do Brasileirão. O jogo foi um confronto direto dentro da zona de rebaixamento. O Botafogo, até então, era o lanterna da competição, com 20 pontos. Já o Coxa era o 18º com um ponto a mais que o Fogão. O jo

20/12/2020 00h29
11
Por: Redação
Coritiba sofre virada no segundo tempo e se complica no Brasileirão

Na noite deste sábado (19) no Couto Pereira, Coritiba e Botafogo se enfrentaram pela 26ª rodada do Brasileirão. O jogo foi um confronto direto dentro da zona de rebaixamento. O Botafogo, até então, era o lanterna da competição, com 20 pontos. Já o Coxa era o 18º com um ponto a mais que o Fogão. O jogo foi bem disputado, e no segundo tempo o Botafogo conseguiu a virada fora de casa e venceu por 2 a 1.


A derrota do time curitibano o fez perder uma posição na classificação, e ainda pode assumir a lanterna nesta rodada, se o Goiás vencer o Corinthians na segunda-feira (21). Com a vitória, o Botafogo subiu duas posições, assumindo a 18ª colocação, dois pontos atrás do rival Vasco, que tem um jogo a menos, contra o Palmeiras. Partida adiada da primeira rodada.


O jogo


Com um começo eletrizante, o Coritiba soube aproveitar a falha da defesa do Botafogo para criar a primeira grande chance da partida. Com um minuto de jogo, Neílton tabelou com Pablo Thomaz e a bola sobrou nos pés de Giovanni Augusto que chutou por cima do gol. Mas o Botafogo não deixou barato. Três minutos depois o time carioca conseguiu um escanteio. Na cobrança, Marcelo Benevenuto conseguiu cabecear, mas Matheus salvou a equipe do Coritiba duas vezes.


O jogo seguiu bem movimentado, até os 19 minutos, quando Pedro Raul entrou na área e soltou uma bomba no gol de Wilson, que espalmou em um primeiro momento e de soco tirou a bola para fora do campo. O Coxa respondeu alguns minutos depois, quando na bola cruzada no escanteio, Rhodolfo subiu sozinho e deu de cabeça para fora. 

 

O time curitibano cresceu no jogo. Neílton armou a jogada e carregou sozinho para a entrada e chutou para a grande defesa de Diego Cavalieri. Aos 25 minutos, Giovanni Augusto recebeu a bola em profundidade dentro da área, cruzou para o meio e Neílton chegou batendo firme no gol. Cavalieri até defendeu no primeiro momento, mas na sobra o mesmo Neílton empurrou a bola para dentro do gol, fazendo jûs à lei do ex. 10 minutos depois, Sabino lançou da defesa para o ataque e Pablo Thomaz recebeu sozinho e finalizou, mas para a tristeza coxa-branca, Cavalieri fez grande defesa. 


Aos 41 minutos Honda bateu direto uma falta perto da lateral e quase surpreendeu o goleiro Wilson, que fez boa defesa jogando para escanteio. O Fogão seguiu pressionando no ataque, mas a defesa do Coritiba não abria espaços.


No primeiro tempo o Coxa soube aproveitar os espaços da defesa e criou boas chances de gol, antes e depois de abrir o placar. A principal arma foi a velocidade de Giovanni Augusto e Neílton. Já o Botafogo não conseguiu chegar muitas vezes na área de Wilson. As poucas chances que criou foram na bola área.


O técnico do Coritiba decidiu mexer na equipe no intervalo. Saiu Matheus Galdezani para entrar Hugo Moura.


O Botafogo começou o segundo tempo pressionando o adversário, mas nos passes errados o Coxa tentava armar o contra-ataque. O time carioca precisava ir para cima, então Eduardo Barroca colocou Matheus Babi e Lecaros no lugar de Zé Welison e Warley, deixando o time ofensivo com quatro atacantes na partida. 


O Fogão começou a chegar com mais facilidade ao ataque. Aos 14 minutos um momento de tensão aconteceu na equipe do Coxa. Wilson e Rhodolfo discutiram forte na pequena área após um lance de perigo do Botafogo.

Pachequinho decidiu mexer novamente na equipe. Saiu Jonathan, Pablo Thomaz e Giovanni Augusto para a entrada de Robson, Maílton e Mattheus Oliveira. Barroca também alterou o time. Tirou o japonês Honda para colocar o volante Cícero no jogo. Pachequinho deixou a característica da equipe no primeiro tempo, apostando na velocidade dos pontas para explorar a defesa do Botafogo que manteve os quatro atacantes no jogo. O autor do gol, Neílton deixou os gramados aos 27 minutos para entrar o atacante Yan Sasse. Junto, saiu Kalou do Botafogo para entrar o número 7 Rhuan.


E logo após a entrada de Rhuan, Cícero recebeu a bola de Kevin na lateral da área, e aos 29 minutos ele chutou para o gol, Pedro Raul desviou e a bola foi para a rede. Gol de empate do Botafogo, que cresceu no jogo. Aos 32 minutos, Rhuan entrou sozinho dentro da área e a bola cruzada rasteira para ele mas passou no meio das pernas, o que poderia ser o gol da virada carioca.


Dois minutos depois, Rafael Foster pega a rebote da zaga e chuta em direção ao gol, mas a bola desvia em Matheus Sales. O árbitro verificou o Var e marcou pênalti após o desvio no braço do jogador coxa-branca. Pedro Raul foi para a cobrança. Bateu firme a meia altura no lado direito de Wilson, que não chegou a tempo para defender. Segundo gol de Pedro Raul e o da virada botafoguense no Couto Pereira.


Após o gol o Coritiba pressionou no ataque. No desespero, a bola cruzada na área era rebatida pelos zagueiros do Botafogo. Em um lance aéreo, Kevin derruba Robson e o juíz marca a falta. Mas o Var olhou e deu pênalti, o segundo do jogo. Aos 46 minutos, Sabino foi para a bola. Calmo, com paradinha e salto antes da cobrança, o zagueiro alviverde chutou por cima do gol para a vibração dos jogadores do fogão no banco de reservas. 


O Coxa tentou, mas não conseguiu chegar ao gol de empate. Mais uma vez o Coritiba não aproveitou a vantagem de jogar em casa e amarga sete jogos sem vencer. A última vitória do Botafogo foi no dia 7 de outubro, contra o Palmeiras. De lá pra cá foram 11 rodadas sem vencer.


O próximo jogo do Fogão é contra contra o Corinthians, no domingo (27) às 16h no Nilton Santos. Já o Coxa enfrenta o Atlético-MG no sábado (26), às 17h no Mineirão.


Após o final da partida, torcedores do Coritiba foram ao estádio protestar contra o time. Até o momento, as informações são de bombas e de tentativas de invasão ao estádio por parte da torcida Coxa-branca.


Foto: Divulgação/Coritiba

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias