Sábado, 24 de Julho de 2021 21:28
(41) 98889-8341
Geral Em

Em jogo truncado, Athletico vence o Santos e consegue respirar na luta contra o rebaixamento

Na noite deste sábado (21), Athletico Paranaense e Santos se enfrentaram na Arena da Baixada pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2020.

21/11/2020 21h16
Por: Redação
Em jogo truncado, Athletico vence o Santos e consegue respirar na luta contra o rebaixamento

Na noite deste sábado (21), Athletico Paranaense e Santos se enfrentaram na Arena da Baixada pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2020. Em um jogo truncado, bem disputado e com várias chances de gol para cada lado, o rubro-negro venceu, com gol de zagueiro, por 1x0 e respirou abrindo distância pra zona do rebaixamento.

Com o resultado, o Furacão ganhou uma posição e foi a 9º colocação com 28 pontos, abrindo 5 pontos para a zona do rebaixamento. Já o Santos, manteve a 6ª posição com 34 pontos.

O jogo

O primeiro tempo começou com o time da casa no ataque. Com menos de 1 minuto, o Athletico já teve a primeira chance e aos 3 minutos, após uma cobrança de escanteio, Pedro Henrique cabeceou forte, mas o goleiro John defendeu com segurança. Aos 10 minutos, Abner fez linda jogada pela direita, Erick recebeu sozinho e furou. O Peixe levou um tempo, mas entrou no jogo, aos 12 minutos, em um belo contra ataque, Arthur Gomes saiu cara a cara com Santos, que fez um verdadeiro milagre mandando a bola pra escanteio.

Com 23 minutos, Paulo Autuori foi obrigado a gastar sua primeira substituição, o meio campo Christian sentiu o quadril e pediu substituição. Fabinho entrou no seu lugar, deslocando Nikao para o meio. Com a entrada do atacante, o Athletico cresceu, e no minuto seguinte, em um cruzamento, Renato Kayzer deslizou e perdeu o  gol na frente do goleiro.

No final do primeiro tempo, Marcelo Fernandes, técnico que estava sob o comando do Santos a beira do campo, também foi obrigado a gastar sua primeira substituição. O zagueiro Laércio sentiu em uma dividida e teve que sair para entrar Alex.

No segundo tempo, o Athletico voltou com sangue nos olhos, em menos de 10 minutos, foram 3 chegadas perigosíssimas, a melhor delas, em uma falta, em que a bola bateu na barreira e sobrou para Erick na cara do goleiro e ele desperdiçou.

O Santos então fez duas mudanças, entraram Madson e Sandri, e o time foi pra frente. Até que aos 17 minutos, Paulo Autuori acionou o banco e chamou Jaime Alvarado e Ravanelli, os dois entraram no lugar de Wellington e Reinaldo, e o time rubro-negro mudou completamente o rubro-negro e passou a ser muito mais perigoso. Aos 27 minutos, Marinho foi chamado e entrou em campo, o Santos tentou chegar a meta paranaense, mas o paredão Santos não deixou a bola entrar.

Aos 29 minutos Cittadini fez boa jogada pela direita e cruzou, Ravanelli bateu firme, o goleiro John mandou para escanteio. E aos 30, na cobrança de escanteio, Thiago Heleno, o general, subiu no primeiro pau e testou pro fundo das redes, fazendo 1x0 para o Furacão. O time da Vila Belmiro não se intimidou com o gol, e tentou buscar o resultado, aos 35, em uma cabeçada de Madson, o goleiro Santos quase levou um frango, a bola bateu na trave e caiu nas mãos dele novamente. O Athletico se segurou até o fim, com o apito final do árbitro. Fim de jogo,  Athletico Paranaense 1 x 0 Santos.

 Essa foi a 4ª vitória seguida do time athleticano, que agora vira os olhos para o próximo jogo, na terça-feira, dia 24 de novembro, onde encara o River Plate da Argentina pelas oitavas de final da Libertadores da América, na Arena da Baixada.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias