Sábado, 15 de Maio de 2021 23:13
(41) 98889-8341
Anúncio
Geral Qual

Qual o futuro da Fórmula 1 no Brasil?

2020 vem sendo um ano complicado. Se já não bastasse diversas complicações, uma ameaça de guerra nuclear logo de cara e em seguida uma pandemia, que ainda não passou, as pessoas já insistem em complicar a realidade para daqui alguns anos em setores específicos. Infelizmente, a Fórmula 1 está no meio

09/10/2020 19h25
11
Por: Redação
Qual o futuro da Fórmula 1 no Brasil?
2020 vem sendo um ano complicado. Se já não bastasse diversas complicações, uma ameaça de guerra nuclear logo de cara e em seguida uma pandemia, que ainda não passou, as pessoas já insistem em complicar a realidade para daqui alguns anos em setores específicos. Infelizmente, a Fórmula 1 está no meio disso, o Brasil também.

Desde 2019 surge uma forte empreitada para que o GP do Brasil saia de São Paulo e volte para o Rio de Janeiro. De fato, o contrato com Interlagos acaba em 2020 e uma mudança do local da prova era algo esperado. Só que a capital fluminense tem um pequeno problema: não há mais autódromo por lá desde e demolição do Autódromo de Jacarepaguá para os Jogos Olímpicos de 2016. Para amenizar isso, uma polêmica obra de um novo autódromo no bairro de Deodoro. A missão, liderada pela empresa Rio MotorSports, conta com o apoio massivo do Presidente da República e da Liberty Media, empresa que administra a categoria.

A bagunça já é grande em imaginar esse cenário, as coisas pioram quando o lugar escolhido para a construção é nada nada menos que uma floresta no bairro de Deodoro! Para completar com a cereja do bolo, a Liberty vem pressionando o governo estadual do Rio para fazer o que é necessário para que a área possa ser derrubada e a obra realizada. Se tudo parece bizarro, os direitos de transmissão da categoria serão da Rio MotorSports a partir de 2021, após a mesma dar calote no mesmo negócio com a MotoGP. Para completar, a empresa promete o GP do Brasil no Rio já no ano que vem, em um lugar que só existe no papel.

Não tem como sentir um cheiro de coisa limpa vindo daí, até por tudo que já vemos no Brasil. O que nos resta saber é: por quê? Por que esse lobby gigante da Liberty pela prova em um lugar que traz tantos aspectos negativos? Porque a Fórmula 1 joga tudo aquele papo de progresso no lixo em defesa de um projeto desses? Por que o governo federal é tão interessado em Deodoro? Por que um desprestígio tão grande com Interlagos? Por que ignorar outros lugares no Rio que poderiam servir para uma corrida (como o próprio entorno do Parque Olímpico ou um circuito de rua)?

Algumas respostas sabemos, outras imaginamos e tem aquelas que realmente não entram na nossa cabeça. Os fãs da categoria no Brasil já se mobilizaram para tentar barrar esse absurdo, que é o que esperamos e apoiamos. A Fórmula 1, que quer tanto mudar sua imagem já estraçalhada com absurdos ao longo da história, parece não se importar com mais uma sujeira do tamanho de uma bacia de óleo.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias