Domingo, 16 de Maio de 2021 00:21
(41) 98889-8341
Anúncio
Geral Palmeiras

Palmeiras bate o Athletico na Arena com a “Lei do Ex” no fim do jogo

Na noite desta quarta-feira (19), Athletico e Palmeiras se enfrentaram na Arena da Baixada pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020. E com a “Lei do Ex”, Raphael Veiga marcou o gol no finalzinho, dando a vitória para o verdão em cima do rubro-negro, em um jogo totalmente apático das duas equipes

20/08/2020 08h12
15
Por: Redação
Palmeiras bate o Athletico na Arena com a “Lei do Ex” no fim do jogo
Na noite desta quarta-feira (19), Athletico e Palmeiras se enfrentaram na Arena da Baixada pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020. E com a “Lei do Ex”, Raphael Veiga marcou o gol no finalzinho, dando a vitória para o verdão em cima do rubro-negro, em um jogo totalmente apático das duas equipes.

Foi a primeira vitória do Palmeiras no ano sobre um time da Série A, e a primeira no Brasileirão. Já o Athletico, após um início bom, emplaca a segunda derrota seguida, jogando mal.

O jogo teve um primeiro tempo horroroso de se assistir, as duas equipes não buscavam o ataque e os goleiros Santos e Weverton não tiveram nenhum tipo de trabalho. A chegada mais perigosa do time paranaense foi em uma falta, Lucas Halter subiu sozinho, mas cabeceou pra fora. O Palmeiras até chegou a marcar no final da primeira etapa, Gustavo Gómez aproveitou um cruzamento de Rony, mas estava impedido.

Para o Furacão, ruim mesmo foi a perda de Nikão. Aos 31 minutos, o meia sentiu a coxa direita e pediu substituição, obrigando o técnico Lucas Silvestre a mexer no time, colocando Geuvânio no lugar.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou mais ofensivo, mas nada que tenha mudado o ânimo da partida. Aos 7 minutos, reclamação generalizada do time rubro-negro, Carlos Eduardo foi derrubado na área, o pênalti não foi marcado.

O jogo seguiu muito faltoso, ao todo, foram distribuídos 6 cartões amarelos na partida, 5 para o Athletico e 1 para o Palmeiras.

Aos 16 minutos, em um belo passe de Rony, Lucas Lima recebeu na ponta da área e colocou para o fundo das redes, porém, o gol foi anulado por impedimento no início da jogada.

Foi somente aí que Lucas Silvestre resolveu mexer no time, colocando o atacante Pedrinho no lugar de Vitinho e o meia Marquinhos Gabriel, que vinha sido bastante criticado nos últimos jogos, no lugar do volante Richard.

Porém, com as mudanças, o time ao invés de melhorar, piorou, ficou mais lento, e passou a levar mais pressão do alviverde paulistano. Aos 22 minutos, Vanderlei Luxemburgo tirou Luiz Adriano e colocou Willian Bigode, logo depois aos 26, trocou Gabriel Menino por Zé Rafael. O técnico athleticano respondeu fazendo também duas alterações colocando Mingotti no lugar de Carlos Eduardo e tirou Leo Cittadini para entrada de Fernando Canesin.

Com 34 minutos, Pedrinho teve a melhor chance do time da casa, em uma saída errada de Weverton, o atacante pegou a bola entrou na área e chutou, a bola pegou na trave e saiu. Luxemburgo resolveu fazer mais uma mexida no time, promovendo 3 alterações para mudar a história do jogo, Gustavo Scarpa, Ramires e Raphel Veiga entraram no lugar de Bruno Henrique, Rony e Lucas Lima.

O jogo já se encaminhava para o final em um 0x0 apático, quando aos 46 minutos, em uma cobrança de lateral, a bola sobrou na área, e após três toques de cabeça dos jogadores do Palmeiras, a bola caiu no pé de Raphael Veiga, que fuzilou para dentro do gol de Santos.

Final de jogo, Athletico 0 x 1 Palmeiras. Com a vitória, o Palmeiras chega a 5 pontos, com uma partida a menos e ocupa a 7ª posição. Já o Athletico, continua com os mesmos 6 pontos e permanece em 5º lugar.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias